cancelar
Showing results for 
Search instead for 
Do you mean 
Relive
Aronguejo
Aronguejo

Saiba porque o Brasil é uma vergonha no League of Legends e como isso pode ser solucionado.

Antes, uma breve apresentação: sou o Relive, jogo desde 2012 e sou ex-professor de estratégia. Acompanho ativamente, há anos, o cenário internacional (os ocidentais, em especial), ao passo que não me interesso pelo CBLOL e nem torço para os times dele.

Esse tópico é destinado a quem se interessa pelo assunto, não tenho pretensão de resumir e nem de ter muita gente lendo. Por que o Brasil é a pior região do mundo?

Somos um dos maiores servidores do mundo, em quantidade de jogadores (ranqueados). Somos quase do tamanho da América do Norte (20% menor, aproximadamente), e muito maiores que servidores como Russia e Turquia.

Entretanto, esses servidores estão indo incomparavelmente melhor que a gente.

- Ah, mas isso é por motivo geográfico! Nós não podemos praticar com os times orientais!

A Europa (LEC) é a segunda melhor região do mundo, atualmente. Eles não fazem scrims com times orientais, pelo contrário: eles desenvolveram o próprio estilo. As scrims dos times europeus são contra outros times europeus e regiões menores.

Culpar a geografia do Brasil é só mais um desdobramento do real motivo do nosso fracasso: o brasileiro é mimado e incapaz de admitir culpa, receber críticas e tem preguiça de melhorar quando conquista um status. É mais fácil culpar terceiros como a geografia do país, os OTPs da SoloQ, e fingir que é, na verdade, impossível ir melhor/bem.

Na verdade, para ser sincero, esses rapazes da INTZ representam muito bem o servidor brasileiro: refletem exatamente como os jogadores são por aqui. E não, fazer discurso humilde no Twitter quando perde não apaga o que acontece o que nós sabemos que acontece nos bastidores e nos dias normais da season.

Já foi relatado que, em outras vezes que fomos pro mundial, houveram até brigas internas no time representante. O que você vê quando olha para o cenário profissional brasileiro? Um monte de mankid que está mais concentrado em se achar, parecer descolado e funkeirinho do que em dominar a liga. As outras regiões também tem esse mesmo tipo de palhaços, mas lá eles ficam presos como streamers e não conseguem assinar como jogadores profissionais. Quando chega no Mundial, não temos a obrigação de ir bem, afinal, os caras são campeões brasileiros, tem status de quem chegou ao Mundial. Se antes o ego já era enorme, imagina agora? Independente de ir mal, só pode falar dele quem ir lá e fizer melhor.

O resultado disso é que estão presos dentro de uma bolha, que os próprios BR criaram. E é uma bolha patética, pois temos grandes nomes investindo nas equipes de e-sports, temos um dos maiores servidores do mundo, e mesmo assim somos os piores. O problema dos nossos jogadores não é mecânico, temos jogadores habilidosos mecanicamente. O que falta é macro, que só se atinge com dedicação, entrosamento e estudo sobre o jogo.

Não falta habilidade para os jogadores brasileiros, assim como não faltava para os coreanos que vieram pra cá (Crown, por exemplo, voltou pra coréia e foi campeão mundial). A fraqueza dos jogadores é a péssima mentalidade/psicológico e o fato do cenário brasileiro ser um péssimo ambiente. Quando corrigirmos isso, poderemos competir ao menos contra a LCS.

Dito isso, como podemos resolver essa situação?

Parte das medidas já foram tomadas. O sistema de franquias, que vai entrar em vigor no ano que vem, talvez até resolva completamente o problema a longo prazo. Nesse sistema, os times franqueados compram a sua vaga e tem estabilidade na liga. Além da multa para comprar a vaga, serão analisados e precisarão da aprovação da Riot, ficando sob supervisão dela mesmo depois de aprovados. Isso favorece uma presença maior de infraestrutura, além de uma responsabilidade financeira. Traduzindo: vai ter mais dinheiro envolvido, cuidar da qualidade da liga vai ser uma preocupação de todas as partes envolvidas. Com essa seriedade e investimento bem maior, haverá cada vez mais a exigência de que os jogadores levem a sério, além de outros elementos como a tendência de surgirem coaching staffs melhores para dar suporte a tudo isso e gerir a mentalidade dos jogadores.

A melhor parte de tudo é o surgimento da Academy. Cada time franqueado vai ter um time Academy, que vai jogar em um palco oficial e em campeonato próprio. Os times estão autorizados, a qualquer tempo, a colocar um jogador da Academy para jogar no CBLOL, e vice-versa. O Brasil precisa, com urgência, substituir parte dos jogadores mal-acostumados e egocêntricos que estão estabelecidos e procurar novos talentos. Com uma infraestrutura anos-luz melhor para novos talentos, eles vão ter espaço para provar seu valor na Academy e os jogadores do time principal vão estar constantemente ameaçados pela ideia de que podem estar sendo substituídos já no próximo jogo pelo seu correspondente na Academy. E este, por sua vez, vai querer manter sua vaga, caso conquiste. Ou seja, terão mais coisas para se preocupar do que com se achar, e quem perder tempo demais com isso será gradualmente substituído.

Além disso, não precisamos importar jogadores lá de fora. Precisamos aproveitar o pique para importar coaches e analistas, que agora terão um melhor ambiente para corrigir nosso macro.

Para finalizar, precisamos manter essa proposta vigente de 10 times na liga. Temos poucos jogos durante a season, com 10 times e o formato da LCS (double-elimination), os times terão muito mais tempo para jogar, testar, se adaptar e criar a própria proposta de jogo/estilo. Se os jogos da temporada regular forem md3 em vez de md1, eu não ficaria surpreso se acabássemos voltando ao nosso status de melhor minor-region (região que não é LCS, LCK, LPL ou LEC) em 2021 ou 2022.


A única pessoa que está te impedindo de upar é você mesmo, que não consegue admitir seus erros. - paiN Kami
Tags (1)
15 RESPOSTAS
DaSilva300
Arauto
Arauto

Não sei se a região é a explicação, porque os pro players podem jogar em qualquer servidor, podem treinar em qualquer servidor tranquilamente...
Eu vejo muito nervosismo e medo de tentar pickar algo inovador.
Mas, eu sou apenas um player que gosta de ver e entende pouco.
(\_(\
(=';' )
(,(")(")
iMiraZuke
Dragão
Dragão

Essa desculpa de macro já ouvi antes. Não vai colar.

Raw Tomato
Arauto
Arauto

"o brasileiro é mimado e incapaz de admitir culpa, receber críticas"

Não fale isso aqui não cara. O criançada vai mandar report dizendo que ficaram ofendidinhos com a sua opinião, vão falar que estão depressivos e chorando enquanto escrevem o report, e a Riot vai aplicar o método double standard de avaliação e te banir do fórum.

Tem que ter cuidado ao expressar opinião aqui. #ficadica


"Quem pode me ofender? Só um tipo de pessoa, aquela que diz uma coisa com a qual eu concordo."
- Leandro Karnal
Valps
Dragão
Dragão

Os jogadores acham que apenas melhorando mecanicamente vão conseguir algo no mundial. No CBLOL isso até funciona, já que não existe macro dos outros times. A fila flex da ranqueada serve para treinar o macro

Valps

Bem-vindo ao Palácio de Inverno. Pode ser a casa de quem procura conhecimento e repelir a solidão

Assisto lives, e sempre que um pro player perde o early game ou cai contra um campeão "diferente" do que ele está acostumado os cara já param de jogar 100% sério, ai é difícil ter um desempenho bom, os pro players brasileiro ou a grande maioria só sabem jogar estando na vantagem.

Concordo e torço por vc estar certo. Ainda completo na parte em que diz:
- "o brasileiro é mimado e incapaz de admitir culpa, receber críticas e tem preguiça de melhorar quando conquista um status"

Interpreto esse "Status" sendo status bom e ruim elese acomoda em ambos.
O que quero dizer que ele se acomoda em ser campeão do Cblol e ficar com esse Status bom, assim como TAMBÉM se acomoda de ser enxergado como a Pior Região que seria o Status Ruim. O problema do brasileiro e que se ele colocado em uma etiqueta eleja fica orgulhoso sendo esta etiqueta boa ou ruim.
Assim como aquelas pessoas que se orgulham de serem preguiçosas e tem a necessidade de sempre lembrar isso como se fosse algo muito bom.

Por que tem um símbolo do ace combat zero aí ?
Nami Shelby
Aronguejo
Aronguejo

Eu acredito que estamos cada vez mais perto de obter o respeito, logo logo chegamos lá!
thupacdsa
Tropa
Tropa

o Brasileiro é imediatista = folgado=mimado=incapaz de evoluir como ser humano, isto é, não deveria competir a fora.

Sim, ainda mais no sistema que temos, em que, se você escolher algo diferente e perder, você toma full pressão da comunidade, não que seja errado, até porque são profissionais, mas ainda sim temos que nos abrir mais para novos picks, assim encoraja a nossa criação de meta.

Sim, mas a pergunta é: Quem do profissional esta disposto a cair de cabeça em treino? Eles ja estão confortáveis, e de fato talvez já não ligam tanto pra querer dominar, é meio que uma bolha que eles sabem que dificilmente vão sair, pelo menos é o que eu acho.

Siiiim cara, sim concordo bem, é como se o jogo tivesse que favorecer eles, haha

Amigo, somos ruins no LoL por causa da comunidade, a comunidade BR de LoL é tóxica e com baixo nível de competitividade, isso influencia nossos pro players, já que eles estão dentro dessa comunidade e são obrigados a jogador com gente ruim e tóxica, assim nunca evoluímos. Jogos MOBA requerem alto nível de competitividade e seriedade, e por razões óbvias quem se da melhor são os asiáticos nerdolas.


@O MiranhaPreto-5346  escreveu:
Por que tem um símbolo do ace combat zero aí ?

(Por alguma razão não recebi notificação desse comentário)

Porquê eu amo a série Ace Combat ^^.

Leloute
Aronguejo
Aronguejo

Algumas coisas do qual você falou estão corretas e se concretizando agora, o sistema de franquias chegou e já temos uma final importante de cblol com dois times com a maioria sendo novos jogadores, isso até chamou minha atenção novamente para o campeonato. Muita coisa ainda pode mudar, a quantidade de gente nova surgindo esse ano foi muito grande, e muitos com muito potencial. Pessoal tem q entender que há ciclos que acabam, depender de dinossauro cansado do cenário e de imports pode transformar o Brasil num NA piorado, e os saudosistas ainda ficam no "volta kami" "volta revolta", esse pessoal já passou do auge gente, eles só teriam a acrescentar em staff ou coisa do tipo. 

Ficou bem claro, inclusive nesse split atual, as panelinhas, gente famosa "influencer" triste porque os amiguinhos perderam, inventando desculpas e copings para justificar a torcida para os amiguinhos cansados, "ah é que eles tem experiências, iriam representar melhor lá fora" e outras besteiras que não ajudam em nada, quando as orgs tiverem pulso firme e meterem o louco, esse pessoal velho todo vaza para virar streamer, que é o melhor que eles poderiam fazer.