cancelar
Showing results for 
Search instead for 
Do you mean 
SiperTheFox
Aronguejo
Aronguejo

[Conceito de Campeão] Rose, a Nascida do Sangue

  • Apresentação...

 

Spoiler
"Nós da Rosa Negra procuramos justamente por poderes muito além dos limites mortais; como a imortalidade, por exemplo. Porém, para que tal busca dê resultados, precisamos de certos experimentos, que geralmente terminavam numa bacia de sangue de múltiplas espécies estudadas, que era armazenada numa área fechada, somente para ser utilizada em novos experimentos. Entretanto, algo peculiar aconteceu há algum tempo atrás: o sangue humano, vastaya, demoníaco, e até o darkin pareciam estar reagindo entre si, se fundindo e, com o passar do tempo, ter criado um corpo que assemelhava-se ao de uma criança. Embora com essa aparência, logo se demonstrou ser uma arma poderosa, e talvez uma chave para que finalmente possamos ter conquista dos nossos objetivos. Por sorte, os patronos da nossa ceita tomaram providências. Seria perigoso ter ela contra nós invés de conosco."

 

Nascida de um poço de sangue de múltiplas espécies, Rose é uma criatura de aparência infantil com a capacidade de manipular o sangue de seres vivos próximos a ela, demonstrando já ter domínio natural desse dom numa prova que eliminou todos os outros competidores somente fazendo gestos com suas mãos, o que faria os maiores membros da Rosa Negra aprisionarem-na num calabouço para que não acarretasse perigo para a ordem, até com que LeBlanc, principal responsável pela ordem, ficar curiosa pelos talentos dela e decidir "adotá-la". Embora tenha sido nascida do sangue de diversos seres e ter poderes que se aproximam ao divino, Rose ainda mantém a ingenuidade de uma mera criança, assim maravilhando-se na ideia de finalmente poder ter uma família, mesmo sem saber que pode estar sendo usada como uma ferramenta. Em jogo, Rose é uma campeã de média distância que sebaseia principalmente em dano mágico e tendo como função causar torrentes de dano enquanto cura a si mesmo ou aliados, porém que tem uma barra de "Sangue" no lugar de sua barra de mana e, caso fique sem, ela acaba usando de sua própria barra de vida para usar suas habilidades - com isso em mente, tenha cuidado.

  • Informações...

 

Spoiler

Nome: Rose

Sexo: Feminino

Espécie: Desconhecida

Facção(oes): Rosa Negra(Noxus)

Classe(s): Obliteradora(Maga), Controladora

Atributos principais: Dano Mágico, Red. Tempo de Recarga, Vida Máxima

Rotas preferenciais: Meio, Inferior

Vida: 570 - 2145

Reg. Vida: 7.9 - 22.2

B. Sangue: 1000

Alcance: 450

Dano Físico: 60.9 - 137

Vel. Ataque: 0.681(+0 - 45%)

Armadura: 34 - 78

Res. Mágica: 32 - 65

Vel. Movimento: 345

 

  • Habilidades...

[Passiva] Sede de Sangue

Invés de utilizar mana, Rose utiliza uma barra de "Sangue" para usar suas habilidades. Quando a barra está vazia, Rose acaba usando sua própria vida para usar suas habilidades. Sua barra de sangue pode ser regenerada atacando inimigos com ataques básicos, passando por cima de "Poças de Sangue", ou voltando à base.

Poças de Sangue

Unidades aliadas e inimigas, quando atingidas o suficiente ou sob o efeito de Sangramento, deixam cair pequenas poças de sangue no chão. Tropas normais só soltam uma poça de sangue quando abatidas. Rose será curada caso passe pelas poças com a sua barra de sangue cheia.

 

[Q] Espinho Escarlate

(Passiva)

Ataques básicos de Rose em inimigos com menos de 30% de vida causam Sangramento por 0.3/0.6/1.2/1.8/2.5 segundo(s).

(Ativa)

Rose atira uma bola de sangue numa linha reta, que ao atingir um inimigo causa 45/65/85/105/125(+60% de PdH) de dano mágico e o marca com Marca Sangrenta por 2/5/7 segundos(dependendo de seu nível). Reutilizar essa habilidade assim que atingir um inimigo fará Rose criar um espinho de sangue entre ela e o inimigo, causando 80/100/120/140/160(+80% de PdH) de dano mágico a qualquer inimigo no caminho, enquanto aliados são curados em 2/4/6/8/10% de sua vida máxima(a cura é amplificada caso o espinho cause dano a algum inimigo anteriormente).

Marca Sangrenta: o inimigo fica marcado com sangue, e sofrerá um efeito amplificado da próxima habilidade de Rose.

 

[W] Vamos Brincar

Rose altera os batimentos cardíacos de uma unidade por 1/1.5/2/2.5/3 segundo(s). Rose desacelera os batimentos de um inimigo, reduzindo em 25/30/35/40/45% a sua velocidade de movimento e de ataque. Já aliados tem os seus acelerados, aumentando em 20/30/40/50/60% as velocidades de movimento e ataque.

Marca Sangrenta: Se usada em um inimigo com essa marca, Rose altera também as funções das veias, forçando um vazamento, deixando o inimigo Sangrando por 4 segundos.

 

[E] Imitação

Após selecionar um campeão aliado, Rose cria uma cópia do mesmo, que dura por até 2/2/3/3/4 golpes ou por 5/10/15(baseado em seu nível) segundos. Caso a cópia seja destruída, ela explode em espinhos de sangue, causando 70/90/110/130/160(+60% de PdH) de dano mágico à unidades inimigas próximas.

Marca Sangrenta: Se um inimigo com essa marca for atingido pela explosão, o mesmo acaba espalhando ela para todos os inimigos próximos.

 

[R] Transfusão

(Passiva)

Atingir um inimigo com uma habilidade fará com que Rose se cure em 25/50/75% do dano causado.

(Ativa)

Rose escolhe a ela ou um aliado, e após canalizar por 2/1.5/1 segundo(s) ela suga o sangue de unidades inimigas próximas, causando de 150/250/350(+110% de PdH) de dano mágico em inimigos próximos ao alvo, que é aumentado dependendo da quantidade de vida perdida por estas unidades, e também dando Sangramento por 3 segundos. O aliado alvejado é curado em 50/75/100% do dano causado aos inimigos.

Marca Sangrenta: Inimigos marcados dentro do alcance da habilidade tem os efeitos de seu "Brincando com o Coração" enquanto estiverem próximos ao seu aliado durante sua canalização.

 

  • História...
Spoiler
"Desculpe, mas mamãe LeBlanc quer uma amostra de seu sangue para uma experiência. Poderia fazer o favorzinho de me dar, por favor? Não quero me sujar."
Durante mil anos a Rosa Negra, um grupo de aristocratas, feiticeiros e políticos que se envolveram com artes sombrias com poder absoluto sendo seu único objetivo, independente dos meios - e tais buscas geralmente resultavam em experimentos baseados em fusão sanguínea, quais geralmente falhavam. E foi dessas falhas que Rose foi criada.
Sempre em busca do conhecimento proibido, a Rosa Negra era espalhada por Valoran para que pudessem estudar melhor eventos históricos para encontrar materiais para seus experimentos - em principal a respeito da tão procurada e glorificada "vida eterna definitiva", pois todas as anteriores só eram uma sobrevida a partir de corpos alheios, o que dificilmente se qualificava ao que tanto procuravam.
De cidade em cidade, nação em nação, a Rosa Negra catalogou diversos tipos de criaturas, visando procurar aquelas com um tempo de vida e que fossem compatíveis com o sangue humano. E isso os levou até estudar uma espécie peculiar: os vastaya, que embora semelhantes aos humanos, ainda sim tinham um tempo de vida estranhamente mais longo.
Com essa descoberta, não foi difícil pensar que eles seriam espécimes apropriadas para seus experimentos envolvendo a transmutação com o sangue humano. Mas para que pudessem dar início, eles começaram a sequestrar essas criaturas de seus lares e levá-los a sua sede principal: Noxus. Para que evitassem suspeitas, levaram aos poucos estes seres curiosos. Começaram com dezenas, depois centenas, e por último o suficienta para com que muitos acreditassem que os vastaya já haviam sido extintos - que julgavam ser pelos próprios ionianos.
Mesmo que seus planos de início parecessem certos de que teriam sucesso, logo foi demonstrado que não seria tão fácil quanto imaginado. O sangue vastaya era SIM compatível com o humano, porém mesmo assim não parecia ser o suficiente para que extendesse a vida de um mais do que por mais alguns anos. Mas mesmo com essa tentação, continuaram a usar desse raso conhecimento para proceguir seu objetivo, mesmo que precisassem usar do material que haviam coletado de um darkin e demônio capturados.
Foram séculos de experimentos, séculos de falhas e efeitos colaterais. Séculos de experimentos desumanos que sempre resultavam num chão completamente ensanguentado no fim de tudo - um fato que fez com que até mesmo os membros mais acostumados com esta rotina sentissem desgosto e, para evitar com que isso atrapalhassem seus planos, descartaram o sangue perdido nos experimentos num enorme poço logo abaixo ao laboratório, o que deixou o chão quase limpo, mas com o cheiro insuportável de sangue e carne podre ainda lá.
Séculos de experimentos fracassados, milhares de "cobaias" perdidas, e toneladas e mais toneladas de sangue derramado, fazia com que os responsáveis pelos experimentos ficassem ainda menos confiantes de que estavam alcançando algum resultado significante. Porém, abaixo de seus pés, algo começava a acontecer.
Bem abaixo do laboratório, o sangue começou a reagir. O sangue de todos, humanos, vastayas, demônios, drakins, e até yordles, estava reagindo entre si, fazendo surgir um redemoninho em seu centro, que emanava um poder proibido, que chocava a todos que estavam próximos ao laboratório.
Sentindo como se sua força vital estivesse sendo sugada para dentro do poço, os membros da Rosa Negra abriram-no, só para ver o que acontecia bem abaixo de seus pés.
Quando todos estavam admirando a demonstração de um poder diabólico emanado da piscina de sangue que se tornou o poço, do redemoínho uma figura peculiar começava a surgir de dentro do líquido carmesim. Enquanto essa criatura saía do sangue, ela aparentava se parecer com uma criança de pele, cabelos, e olhos avermelhados.
Conforme mais completa essa criança parecia, o sangue ia desaparecendo, até com que só teria ela dentro daquele poço, com o restante do sangue totalmente absorvido pela mesma.
Espantados por essa descoberta, os membros da ordem não sabiam o que fazer sobre isso, e então ficaram descutindo o que deveriam fazer.
Enquanto eles estavam ocupados conversando, a criança perguntou para eles o que estava acontecendo e, como ninguém respondeu, decidiu sair de lá ela mesma. Com gestos de mão, ela se levitou através do uso de seu sangue. Quando os membros da Rosa Negra perceberam, a garotinha já estava no centro da sala, levitando numa espécie de tapete voador sangrento, e isto os deixou um pouco mais perplexos.
Por não saberem nada sobre ela, fizeram diversas perguntas a ela. Só que, assim como sua aparência apontava, ela também pensava como uma criança e, portanto, era bastante ingênua, assim não sabendo responder nada.
Tendo visto ela utilizar seus poderes tão bem naturalmente, eles ficaram curiosos para ver o que ela seria capaz de fazer. Por isso, decidiram levá-la até um espaço privado para testar suas habilidades juntos dos outros alunos das artes carmesim.
Dentro da arena, foram chamados alunos que eram considerados "bastante problemáticos". Acreditando que ela seria uma mera criança que tinham trazido para servir de aula, eles começaram a zombar dela. Completamente oblívia ao que diziam, ela não tinha reação alguma sobre isso. Mas foi quando finalmente deram início aos testes que o motivo dela ter vindo ali foi mostrado.
Por terem sido informados que seria um teste de sobrevivência - então seria basicamente uma luta até a morte, se preciso - e, como achavam que a criança não iria atrapalhar, começaram a lutar entre si. Por não ter sido priorizada por ninguém, ela observou atentamente os movimentos que eles faziam, e sentiu-se curiosa em tentar. Foi assim que seus poderes foram notados.
Com um simples gesto na direção de um aluno, ela fez com que ele se contorcesse de dor e agonia, enquanto reclamava de fortes dores em seu coração. Percebendo que era a garotinha que estava fazendo isso, os demais alunos foram tentar atacá-la. Tentando usar seus poderes, eles começaram a puxar todo o sangue que conseguiam dela. Mas ela não parecia estar se sentindo machucada; mas estava parecendo ficar mais e mais irritada.
Com outro gesto, ela conseguiu fazer os alunos ficarme paralizados agonizando, igual ao outro jovem e, com mais um gesto, ela puxou todo o sangue deles de uma única vez para fora de todos eles e o absorveu pela sua pele. Como se estivesse absorvendo água.
Isso deixou os mentores dos alunos surpresos e assustados, pois como poderia alguém com esse tamanho, sem ter qualquer experiência nessas artes, parecer ter domínio?
Por medo de possíveis represálias, eles ordenaram que levassem-a à uma cela isolada num calabolso dentro do Bastião Imortal, para que assim não ocorresse risco dela causar mal a nenhum membro da ordem.
Os relatórios de um ser composto totalmente por sangue e que tem poderes de completamente drenar o mesmo de outras pessoas eram algo peculiar, especialmente para quem já viu coisas piores. E tal ideia de uma possível arma viva era música para os ouvidos de LeBlanc, uma das principais cabeças por trás dessa ordem, que se direcionou para o Bastião Imortal para que pudesse encontrar essa garota sozinha nas profundezas do calabouço - contra os conselhos dos mestres carmesim.
Preocupados com sua matrona, os mestres foram atrás de LeBlanc dentro do calabouço, temendo que sua matrona pudesse ter tido um fim terrível. Mas não, ela estava bem e levando a criança junto de si, alegando que estava curiosa na garota e, portanto, decidiu adotá-la e dar-lhe um nome: "Rose".
Com essa novidade de que sua matrona, uma das pessoas mais ardilosas e misteriosas que poderiam ter o "prazer" de conhecer, decidir tomar conta de uma criança que, até onde eles sabiam, ser uma bomba-relógio, era algo muito confuso. Será que ela está amolecendo?
Porém ninguém tem ideia do que ela realmente quer fazer, nem mesmo com o poder da Rosa Negra sobre Noxus estar sendo constantemente testado. Portanto, ela iria precisar de um peão, e não qualquer um. Ela precisava de um que fosse tão poderoso quanto ela, mas tão manipulável para não questionar suas ordens. E quem mais se encaixaria no quesito se não ela, que conseguiu arrancar o sangue de todos os alunos com simples gestos, e que era tão ingênua quanto seus poderes são gigantescos?
Para que tivesse melhor observação de sua "filha", LeBlanc tratou de imediatamente colocá-la dentro da Rosa Negra, e exigiu que os mentores da ordem sempre notificassem-a de quaisquer melhorias ou surtos dela.
Completamente alheia a probabilidade de só ter sido acolhida por conta de seus poderes, Rose procura ser um orgulho à sua "mãe", procurando sempre seguir o que ela diz, quando ela disser. Afinal, ela a tirou daquele lugar solitário, dando-a o mais próximo de uma família. Por isso, ela não poderia questionar, pois achava que seria novamente abandonada caos negasse alguma coisa.
No fundo, mesmo com esses poderes, ela ainda não se sente tão bem. Não tem amigos, a única família é sua mãe que vive dando a ela ordens. Nada que ela tem é realmente bom para ela. Tudo o que ela queria seria viver uma vida normal. Que ela julga ser possível caso finalmente faça todos os trabalhos que sua mãe a pede. Talvez assim, ela possa realmente estar feliz sendo quem ela é.

 

1 RESPOSTA
SShadowW
Dragão
Dragão

Vladimir + Neeko + Zilean