cancelar
Showing results for 
Search instead for 
Do you mean 

Conceito de campeã - Unghre, a Espectro Faminta

História:
O gosto da carne na sua perspectiva era como o manjar dos deuses, especialmente a humana, quando ela não possuía praticamente nada aquilo não só sacio suas necessidades em uma situação completamente carente daquilo que é necessário na busca pela sobrevivência como também despertou algo em seu interior, uma vontade muito forte de consumir cada vez mais, sem dar importância se teria que ceifar uma ou duas almas para conseguir se deleitar com tal refeição, o gosto sentido a cada mastigação era maravilhoso e muito viciante, não podendo simplesmente se desfazer de sua natureza. Após o evento que levou a morte de seus familiares, Unghre se viu sozinha neste mundo, se alimentando dos restos dos cadáveres que encontrou nos destroços de um conflito sangrento, dormindo num abrigo improvisado, até finalmente ser encontrada por dois mercadores que estavam de passagem pela região acabando por embarcar em sua jangada até a ilha mais próxima, passando a morar com eles na cidade, crescendo e trabalhando com o casal no açougue, onde também conheceu um par de cães domésticos pertencentes a ambos os quais ela se relacionou muito bem, e lá também se tornou a nova bandeja de suas refeições, se banqueteando clandestinamente de clientes mal intencionados e ladrões sem experiência da vida nas ruas, dando as sobras de suas caçadas para seus cachorros. A princípio seus atos ao longo dos anos nunca acarretaram em muitos problemas pelo fato de conseguir compreender bem tudo o que podia ou não fazer, então em determinados períodos Unghre estocava sua comida em uma área isolada e de tempos em tempos seguia seu caminho para aquele local sem o conhecimento de quem a vira pela última vez passando por aquelas terras, porém em um de seus dias de sua colheita uma sensação de calafrio tomou conta de seu ser, o clima escurecia como se o sol naquele momento estivesse com medo e fugisse para aonde os olhos da moça não podiam alcançar, seus cães latiam desenfreadamente para todos os as direções possíveis como se houvesse algo os assombrando, instantes depois ela conseguia ver a se própria, com seu corpo estirado praticamente sem vida pela colina próximo ao deposito, vislumbrando apavorada a morte em toda sua gloria, mas a mesma se distanciou da jovem rapidamente sumido com a passagem de uma névoa densa e deixando para trás o que assemelhava-se a uma melodia triste. A Névoa Negra e a vinda de um Rei Decadente moldou as ilhas como o terror que Runeterra conhece e teme, mas Unghre não seria subjugada por um Lich qualquer ou serviria como escrava eterna dentro daquele tormento, em realidade as forças profanas que pairavam aquele lugar tinham outros planos para a moça, acabou por se tornar um tipo de espirito predatório conhecido como obstinado, caçaria e devoraria sem piedade pela eternidade toda alma fraca e insolente o bastante para aproximar-se, sem mais amarras, podendo expressar toda sua vontade gulosa sem qualquer tipo de receio, e mesmo que agora vivesse de uma fome insaciável em meio a um turbilhão de almas sofredoras ela só as conseguia observar com olhos gordos e cheios de desejo.

Ela é representada como sendo uma mulher alta de cabelos prateados imensos que tocam o chão, apesar da mesma flutuar sobre ele, possuindo olhos grandes e amarelos com uma pupila que lembra a presente nos gatos, suas mãos tem dedos esquisitamente grandes e com unhas longas e retorcidas. Unghre veste um longo vestido de mangas longas com excesso de tecido as fazendo bem largas, não somente isso, como também elas assomem uma aparência semelhante a mandíbulas de uma monstruosidade dando a impressão de que ambas as mãos estão saindo da boca de tal criaturas que mantem os dentes fortemente fincados em seus pulsos, além disso, a Espectro utiliza o tempo inteiro um longo cachecol que cobre sua boca e nariz, e em cada ponta do mesmo estão a cabeça de cada um de seus cães. Obviamente a cor que predomina sobre a personagem é um verde azulado, apesar de que suas vestimentas possuem tons mais escuros e inclui a coloração preta na mesma.

Região: Ilhas das Sombras
Função: Suporte Encantador
Rota: Inferior

Status Base
Vida: 521 (+ 83)
Mana: 420 (+ 60)
Vida Regen.: 8 (+ 1)
Mana Regen.: 10 (+ 0.5)
Armadura: 31 (+ 3.9)
R.Mágica: 30 (+ 0.25)
Dano p/ataque: 52 (+ 3)
Velocidade de Ataque: 0.625 (2%)
Alcance AA: 550
Velocidade de Movimento: 330

Habilidades:

Qualidade do Produto [Passiva]
Causar dano a campeões inimigos, ou a monstros épicos, através de qualquer ação gera uma pontuação de almas adquiridas até um número máximo de cem, para cada cinco desses acúmulos obtidos em combate a Espectro Faminta recupera um pequeno percentual de vida baseada em sua Vida Atual, além disso, tal pontuação permanece com a campeã por determinado período perdendo uma pequena quantia ao decorrer do tempo.

Acúmulos p/ Dano causado: 5 pontos (menos 2 a cada cinco segundos)

Presas Amarradas [Q]
Unghre envia em uma linha reta na direção alvo seu par de cães sombrios que causam dano mágico atravessando unidades inimigas que estiverem no caminho parando após atingir campeões inimigos, os cães são muito intimidadores para as tropas, logo a presença deles aterroriza e aplicando lentidão nas mesma, não necessariamente tendo que atingi-las diretamente. O efeito de debilidade afeta exclusivamente tropas e unidades pequenas, e a velocidade com que o projetil da habilidade se desloca aumenta quanto maior for o número de Aceleração de Habilidade que campeã tiver.

Tempo de recarga: 16/14/12/10/8 segundos
Largura(aura de medo): 225 unidades
Alcance: 1000 unidades
Custo: 50/60/70/80/90 de mana

Depositar [W]
Na primeira conjuração da habilidade selecione um aliado próximo para torna-lo seu novo Deposito de Comida, a partir disso o personagem escolhido passa a replicar a passiva da campeã, mas o mesmo terá cura reduzida e gerará menos acúmulos por dano causado se comparado a ela, no entanto, este por sua vez não perde os acúmulos adquiridos com o passar do tempo. Uma vez selecionado um receptáculo a cada nova conjuração, contanto que este esteja próximo da Espectro Faminta, o número de acúmulos de alma que estiverem com ela serão depositados nele lhe aplicando uma pequena cura no processo, caso o aliado tenho obtido o máximo de almas a próxima conjuração além de cura-lo irá lhe conceder um pouco de vida máxima extra e reiniciará a contagem de pontos.

Tempo de recarga: 5 segundos (fixo)
Alcance: 800 unidades
Custo: 40/30/20/10/00 de mana

Rogar da fome [E]
Os cães de Unghre criam um circulo de fluxo sonoro em torno dela mesma, ou aliados próximos selecionados, que surgi como uma área de dano mágico continuo que drena uma dada porcentagem de velocidade de movimento de campeões inimigos pegos pela conjuração, a mesma ao termino de sua direção adicionada a velocidade roubada do inimigo a espectro ou o aliados foco da habilidade.
A porcentagem de velocidade rouba acabo por ser maior em aliado que forem receptáculos da habilidade Depositar.

Tempo de recarga: 20/19/17/14/10 segundos
Alcance: 700 unidades
Largura: 575 unidades
Custo: 70/75/80/85/90 de mana

Desejo Encarnado [R]
Ela irá amaldiçoar um aliado se tornando um alvo da "liberação da gula" podendo ser atingido por ataques básicos ou habilidades do mesmo, ataques de um companheiro com tal maldição executam Unghre instantaneamente atribuindo ao aliado "guloso" velocidade de movimento, cura imediata baseada no numero de acúmulos de alma atual do indivíduo e dano adaptativo por alguns segundos, após o tempo se esgotar Unghre irá renascer onde quer que o aliado estiver com a vida que possuía antes de ser abatida.

Tempo de recarga: 300/240/180 segundos
Alcance: 500 unidades
Custo: 100/125/150

 

Runas

Spoiler
1.PNG

 

2.PNG

 

Curiosidade

  • Unghre é um anagrama para Hungre do inglês que significa fome;
  • Seu conceito visual foi um pouco inspirado na aparência do Mega Banette (Da franquia de jogos Pokémon).

Então é isso pessoal, comentem o que acharam, se tiverem uma duvida é só me perguntar, e compartilhem com mais pessoas.

 

(\(\
(Ô.Ô) Battle!
(U U)
Etiqueta (2)
2 RESPOSTAS

@KominatoRuuko  Emergindo da sombra do Luar, cá eu estou aqui novamente =D

Olá!

 

A Unghre é um conceito super bem produzido e com bastante detalhes. O kit de habilidades me pareceu bem pretensioso e uniforme, embora a habilidade Q dela esteja meio... solto. Eu imaginava algo com mais coerência com o restante do kit, talvez alguma interação com os receptáculos do W ou até mesmo o fear em campeões inimigos, não só em tropas.

De Lore, eu gostei muito da temática de "devoradora de carne" que você trouxe. Geralmente os personagens que mais se aproximam dessa ideia, de viver em prol da comilança, são apenas uma fome por sentimentos, coisas abstratas (medo, sofrimento, etc). Eu só fiquei encafifado com uma coisinha: como ela não devorou o casal de açougueiros?.

 

Enfim, é isso que achei dela 😃

Espero que poste mais conceitos, gosto do seu estilo de transcrever detalhes das habilidades.

 

"O Aspecto da Lua... do que ela esta fugindo? O que foi que ela fez?!" - Alune

Obrigado pelo elogio, emergindo mais uma vez ante um post meu, parece que eu consigo realmente atrair sua atenção :3
Respondendo seu questionamento bem rapidamente, Unghre quando viva era uma mulher inteligência, ela não simplesmente mataria quem salvou sua vida por consideração mínima, além do que, um lar e um trabalho são belos disfarces para ocultar um assassino sedento por carne humana num lugar teoricamente pacifico como as Ilhas das Bênçãos.
(\(\
(Ô.Ô) Battle!
(U U)