cancelar
Showing results for 
Search instead for 
Do you mean 
ui ui
Tropa
Tropa

Conto — Udyr

Uma certa noite

 

 

Era já tarde.

Felizmente, da noite. O tempo passava e continuava não sendo tarde demais;

 

Nuvens cheias cobriam os ares. Os pássaros — por sua vez — se abrigavam.

Outros animais, no entanto, aproveitavam o clima para uma conversa...

 

— Santo Deus, Tigre! quantas vezes vou ter que repetir, sua sombra não é um espírito, é um reflexo da luz sobre seu corpo!

 

— Você não me engana, Tartaruga — disse o Tigre. Eu vi, vi com meus próprios olhos ele me seguindo. Não importa o lugar, ele sempre está lá, esperando uma brecha para me apunhalar pelas costas.

 

— Tigre, pense um pouco! isso não tem o mínimo sentido.

 

Enquanto os dois espíritos discutiam, os outros caíam nas gargalhadas. Urso como toda a sua forma quase caiu para trás tendo um ataque de risos. Quem dirá os pássaros por perto, por um segundo esqueceram de bater as próprias asas.

 

Udyr, por sua vez, os fitava minuciosamente. Observando cada expressão e tentando definir oque seria aquilo. Felicidade?

 

Sempre tivera dificuldade com definições.

 

Tigre já se preparava para sua réplica quando de repente Udyr sentiu um cheiro incomum no ar:

 

Sangue.

 

Abruptamente, a atenção de todos se virou para a direção da tribo. Foi então que a noite teve seu estopim:

 

Gritos.

 

Em uma investida feroz, Udyr teve seus olhos preenchidos por um retrato de lua sangrenta. Um receptáculo de sentimentos vividos provocando a iminência de fim a qualquer um que ousasse passar por seu caminho.

 

Um ódio nunca visto, uma euforia encontrando seu labirinto.

 

Vozes.
Suspiros.

 

Podia sentir cada um deles.

Podia, mas não sentia.

 

Tudo oque pôde ver ao chegar foram corpos e neblina.

________________________________________________________________________________

 

 

No entardecer da mesma fria noite de inverno,

os espíritos perceberam então que Udyr já não era mais o mesmo.


Não tinha mais um corpo, apenas uma forma fragmentada.
Sem uma carcaça humana, sem seu natural brilho nos olhos...

 


No entardecer da mesma fria noite de inverno, os espíritos perceberam:

Nos olhos de Udyr não havia nada mais que um grito de desespero.

1 RESPOSTA
Lula livre sqn
Aronguejo
Aronguejo

lol