cancelar
Showing results for 
Search instead for 
Do you mean 
OndaVittar
Aronguejo
Aronguejo

Rei Destruído [Sugestão de Campeão] [INCOMPLETO]

 

 

Boa noite, boa tarde ou bom dia.

 

Diga-se de passagem: essa ideia está INCOMPLETA.

 

Já vou pedindo para vocês me perdoarem, pois eu estava muito perdido e confuso sobre o que fazer com esse campeão, então tudo aqui em baixo tá mais pra uma "conversa comigo mesmo" do que de fato uma apresentação do personagem, asuhasuhasuhauh.

 

"

        • Ele não pode morrer, seria interessanteEle carrega uma espada gigante quebrada? Ou uma espada quebrada que mais parece um cetro? Ou um aglomerado de espadas quebradas como roupa?
          Ele carrega o corpo da mulher em um caixão? Em um caixão de vidro?
          Ele revive pessoas?
          Seria interessante ele ter aquela mecânica de iluminação que permite mostrar atalhos pelo mapa?
          Ok... seria interessante ele carregar 2 coisas, uma de cada lado, arrastando-as como correntes... MAS O QUE? EU NÃO SEI, eu imaginei ele como um Nito ou algo assim nessa merda para, pensa! o que diabos aquela espada dele fazia? sugava vida dos outros e causava mais dano a inimigos com vida alta... o feitiço dele era de morte e ele usou nele mesmo? então esse cara deve ser bem poderoso...
          peraí, ele não deveria carregar a água pura lá? ele tava na água maluca da ilha das almas e ela "centuplicou o poder dele", então ele deve: ou ter guardado um pouco, ou contaminado tudo, ou contaminado tudo E ficado mais, muito mais poderoso, cem vezes mais poderoso.
          Se ele infectou a água, e a água é a causa dessa merda toda, não faria mais sentido ele carregar toda a água consigo para tentar minimizar a agressividade da ilha das sombras? Bem, poderia ser isso.
          Esses tanques de água poderiam ser a "mana" dele e poderiam ser objetos danificáveis, fazendo dele o campeão com a maior hitbox do jogo. Mas isso lá seria bom? Não poderia ser o life dele diretamente, ou deixaria ele muito fraco, e se ele leva muito dano, seria necessário ou uma vida enorme, ou uma quantidade absurda de vida.
          Eu poderia fazer desse "vazamento de água" relacionado a controle/contenção da maldição? Então por que o jogador iria querer que essa maldição fosse contida?
          Bem, seria interessante se toda vez que ele usa, um pouco dessa água é derramada, ele pode coletar novamente com o tempo?
          Será que seria uma boa ideia fazer fantasmas/névoa saírem desses locais?
          Seria interessante cada um dos tanques fossem diferentes? um é de água, o outro de névoa, e o jogador teria que manter uma balança entre os dois?
          O que aconteceria quando a balança fosse quebrada? A névoa/almas iriam atacar aliados e inimigos? O jogador perderia controle sobre o personagem?
          Bem, e se os tanques forem a "vida" dele e quando eles esvaziam ele simplesmente "desiste"? perde o controle de si mesmo?

          --------------------------------------

          Breve História:
          Um Rei Destruído pelo seu próprio desespero e paixão, trouxe consigo não só a morte, mas o sofrimento eterno de todas as pessoas da ilha das sombras. Se isolou em vergonha, na esperança de ser esquecido pela história, entretanto, as consequências de seus erros permaneceram no mundo. Com um objetivo nobre, mas ingênuo, o antigo rei condenou a si mesmo a pagar o preço pela desgraça de tantas vidas inocentes, ressurgindo para reconquistar seu exército e enfim dar um descanso para tantas almas perdidas.
          Ou ele simplesmente se tornou insano e decidiu ser rei da ilha das sombras, fim.
          Não, brincadeira, eu tive uma ideia diferente, onde ele se vestiria completamente de amarelo, e perseguiria uma pequena luz fraca, pensando ser a "saída" de todo aquele pesadelo, ou talvez uma mão etérea o puxando - sabe-se lá para onde - e o jogador controlaria a mão ou entidade que o puxaria, e não o rei. Já o motivo do amarelo é simples: uma das características que essa cor representa é fé e loucura, qual dos dois seria o "guia" do rei destruído? Fé de um amanhã melhor? Ou uma mera alucinação de sua insanidade para tentar escapar da culpa?

          Considerações Iniciais:
          Eu me inspirei a aparência do Rei Destruído na aparência de Hades na história em quadrinhos "Olympus Lore" (quadrinho muito legal, diga-se de passagem). Mas por que isso é importante? Bem... Deixe-me explicar:
          Hades, embora conhecido por muitos, é conhecido da maneira errada. Sempre pensamos em um ser sombrio e abominável (ou cômico, caso você tenha assistido a animação de Hércules da Disney, hahaha), entretanto, Hades era conhecido como um dos mais belos deuses do olimpo, além de ser considerado um dos mais inteligentes. Então, sim, Hades já foi um elogio antes da cultura pop dividir tudo em mal e bem, sempre transformando algum ser mitológico em uma espécie de demônio.
          Além disso, eu lembro de ter lido o conto que falava sobre como a ilha das sombras veio a se tornar esse distorcido ambiente amaldiçoado, e bem, o Rei Destruído é um trágico apaixonado que fez as decisões erradas por desespero. Sendo assim, eu poderia considerá-lo um rei jovem e despreparado (não que o amor e a paixão não façam pessoas mais velhas de fazerem besteira, hahahah).
          Ah sim, ele usa uma magia de morte, então ele provavelmente também era um mago?

          Quem sabe seria interessante usar o "Rei Amarelo" como base para o personagem? (https://images-na.ssl-images-amazon.com/images/I/51AhlCcaApL.jpg) Para quem não sabe, o "Rei Amarelo" ou "o rei em amarelo" foi uma das histórias que inspiraram Lovecraft. Bem, o rei em amarelo na verdade começou como um conto de um autor americano que lutou na guerra civil, mas o estilo narrativo e a estranheza que a história passava para o leitor acabou inspirando contos de horror, tais como o "rei em amarelo".
          Um dos trechos que eu vi sobre esse primeiro conto é "Como os ferozes escreveriam no coração de Haita, as ilusões da juventude não haviam sido suplantadas pela idade e pela experiência, seus pensamentos eram puros e agradáveis, pois sua vida era simples e sua alma desprovida de ambição, ele se levantou com o sol e saiu à orar no santuário de Hastur, o deus dos pastores que ouviu e ficou satisfeito.". Nesse trecho o tal do rei parece ser uma entidade benevolente, mas eu gostei da parte que o descreve como um ser simplório e jovem, o que poderia se encaixar com o tal do Rei Destruído, que como eu disse, provavelmente era um rei jovem e despreparado.

          Mas se o Rei causou tudo isso, onde ele estava por todos esses séculos?
          Bem, ninguém na ilha das sombras morre ou vive, ele pode ter simplesmente se tornado uma alma perdida e atormentada como as outras milhares, ou ele pode ter se isolado por pura melancolia. E algo engraçado, sempre que eu falo sobre "se isolar por melancolia", eu me lembro daquele personagem no filme "O estranho caso de Benjamin Button", onde um relojoeiro constrói um relógio que gira ao contrário na esperança de todas as pessoas chacinadas durante a segunda guerra mundial voltarem a vida, e como isso obviamente não dá certo, ele pega um bote e rema sem rumo para o mar para nunca mais ser visto (já que ele morreu). Seria interessante, quem sabe, o Rei Destruído ter vagado a procura de Zilean para desfazer o erro cometido.
          Enfim, voltando a falar de Hades, mais especificamente o reino dele, eu li uma frase interessante que descrevia o Tártaro (na wikipédia): "É um poço úmido, frio e desgraçadamente imerso na mais tenebrosa escuridão.", quem sabe ele simplesmente cavou um poço em vergonha e esperou o mundo esquecê-lo? Ou simplesmente se afogar em profundo desespero até que ele se esquecesse de quem ele mesmo era?

          Mecânica de jogo:

          Sim, eu sei que tem a antiga ult do Mordekaiser, mas eu tenho que explicar: a Riot tirou a antiga ult do Mordekaiser porque não ia de acordo com o conceito dele de "ser indestrutível", já que ele simplesmente mandava alguém no lugar dele, demonstrando um sinal de fraqueza. Já em relação ao rei destruído, se ele é realmente o rei da ilha das sombras, faria mais do que sentido ele enviar servos para atacar inimigos, não?

          Já em relação à mecânica de jogo dele, eu tenho que admitir que eu fiquei coçando para adicionar cérberus ao kit dele, ahahahaha. Mas não, como a questão toda do conceito dele seria carregar um peso absurdo (a culpa), eu tentei algo diferente. Quero dizer, eu fiquei em dúvida entre um caixão, um canhão e uma espada (uma espada destruída para um rei destruído? ahahahah).
          Eu também fiquei muito em dúvida sobre a esposa dele, já que o corpo dela também ficou preso na ilha das sombras, não teria uma chance dela ter sido também aprisionada pela névoa? Talvez o que fez o Rei Destruído ressurgir tenha sido ela, "uma pequena luz de esperança no fim do túnel", talvez?

          E pra finalizar, sim, eu meio que concordo que o Rei Destruído como uma figura não presente, como uma peça faltando no quebra cabeça gigante que é o league of legends, mas a curiosidade serve pra atiçar nossa imaginação, não é?

          Habilidades:
          Passiva - :
          Q - :
          W - :
          E - :
          R - :
          • "
0 RESPOSTAS