cancelar
Showing results for 
Search instead for 
Do you mean 
SKL Minister
Arauto
Arauto

Um conto de League - Uma história enterrada em gelo

“Esta era poderá, um dia, ser conhecida como o início dos tempos. Um momento onde nada poderia ser tão
estranho quanto já é. Outrora fomos um povo nômade, que seguia o verão destas terras vastas, temendo o frio e desconhecendo seus segredos mais obscuros. Não conseguíamos imaginar uma vida fora da neve até que alguns dos nossos decidiram se virar contra os ventos gélidos do Sul e desbravar terras desconhecidas. Ao voltarem, contaram histórias grandiosas de homens mais fortes que uma fortaleza, guerras que sustentam o equilíbrio e desertos tão grandes quanto a nossa neve, mas não foram somente histórias que trouxeram, com eles veio conhecimento, assim fomos capazes de utilizar métodos novos para sobreviver ao frio. Esta é a história daqueles que iniciaram o reino de Freljord, mas a ganância nos dividiu. Passamos a nos separar entre aldeias e pequenas batalhas por território começaram. Tempos difíceis, mas não eternos, pois até mesmo a magia sabe procurar uma maneira de ser usada. No vale, entre as montanhas que iniciavam o planalto de Targon, criaturas estranhas apareceram, elas seduziam usuários potenciais de magia e lhes deram força em troca de fidelidade. Eles queriam algo, mas nunca pareciam se importar em ter pressa. As batalhas passaram a ser mais violentas e o uso de mágica era indispensável. Logo, milhares morriam e o sangue tingia nossas terras de vermelho. Um dia, as criaturas se movimentaram ainda mais por nossas terras, avançaram pouco a pouco tomando conta de regiões inteiras, reivindicando o que um dia lhes foi prometido. Foi então que elas surgiram, três irmãs oriundas das regiões mais frias de Freljord. Cada uma delas possuía uma força diferente, mas partilhavam uma beleza inigualável. Cabelos e pele branca como a neve, olhos azuis como gelo e possuíam uma história dentro das batalhas. Elas eram Avarosa, Lissandra e Serilda. As três queriam liberdade acima de tudo e foram em busca dos Observadores Gélidos buscando entender seus fins, mas não voltaram com o mesmo pensamento, em vez disso, trouxeram presentes ao povo, informações e, acima de tudo, uma ideologia. Jamais saberemos o que houve naquele encontro, porém, foi o suficiente pra que fizessem com que o nosso povo as seguisse. Vivemos em uma era de prosperidade, no entanto, até mesmo a maior das prosperidades precede uma queda. Na busca pelas raízes da fundação de Freljord, Avarosa, Serilda e Lissandra encontraram as escritas antigas de algo completamente desconhecido, só conseguiram traduzir a palavra “semideuses”. Suas descobertas foram compartilhadas e pela primeira vez os observadores decidiram agir por si...

 

...Avarosa, então, percebeu o quão enganada estava sobre a história dos seus benfeitores e pediu auxílio da grande Criofênix, Anivia. Esta, por sua vez, aceitou lhe entregar auxílio e para isso forjou o gelo mais denso e brilhante que podia ser forjado, levou o material até Ornn, que forjou um mangual e um arco com ele. De alguma maneira seu fogo não o derretia, mas o moldava, gerando assim, as armas mais poderosas já existentes no continente de Runeterra, mas logo que terminou as armas e recebeu seu pagamento, o semideus fechou suas portas que foram abertas, séculos depois...  

 

...No local onde hoje se concentra Howling Abiss, a batalha final foi decretada. De um lado os observadores e seus seguidores ao lado de Lissandra, do outro Avarosa e sua legião de seguidores. Não havia sequer espaço para tamanho exército no vale, mas de alguma forma, usando seu arco, a Rainha rebelde conseguiu empurrar os seus adversários de volta à fenda do infinito. Após isso, utilizando uma das chaves do grande semideus criador Ornn, Avarosa trancou aquela mundo para sempre ou assim se esperava...

 

...Por algum motivo a chave se perdeu em outro reino, um local chamado Ionia, mas o aspecto do crepúsculo fez o favor de tomar o objeto para si, depois de ver tamanho perigo que ocorria em tê-lo ali. Jamais saberemos o que houve, mas podemos esperar que esses erros não se repitam, graças a este texto que dito enquanto eles escrevem. Não deixem os... Dominarem novamente, deixem-nos longe dos... Dependemos da proteção deste lugar.”

 

- Isso é tudo senhora, o resto não consegui ler. O texto já está deteriorado pelo tempo e boa parte da neve cristalizou por aqui. Precisamos retirar o resto do gelo caso queira mais alguma informação.

 

- Ótimo trabalho, Zefir. Agradeço.

 

- É um prazer minha senhora, agradeço a oportunidade de lutar ao seu lado.

 

Zefir se afastou da caverna, o vento uivava do lado de fora, mas ele não pareceu se incomodar, andou de cabeça erguida até que sua silhueta desapareceu.

 

- Você tem certeza do que está fazendo? – Olaf perguntou enquanto passava a mão pela parede com o texto que acabara de ser traduzido – Isso não parece nem um pouco comum para mim.

 

- Seja lá quem for que esteve por trás deste relato, teve alguma razão para fazê-lo. Também não gosto de depender de um tradutor e muito menos parar para entender coisas como Aspectos e enigmas, mas acredito que podemos começar a atacar por outra frente para dominar estas terras.

 

- Ainda prefiro me manter longe dessa escrita. Nunca imaginei que você pudesse se interessar por essas coisas.

 

Sejuani se dirigia até a saída.

 

- E com certeza isso não me interessa, a não ser que possa me dar Freljord.

 

E então saiu da caverna e se distanciou até a neve cobrir sua silhueta.

 

Spoiler
Uma nota:

"E eu que não fumo, queria um cigarro..."

Nunca criei nada em relação a league a não ser a partir de histórias oficiais, mas decidi criar um contexto cheio de mistérios entre a história dos glacinatas e dos observadores, aproveitei pra juntar tudo numa só pancada com os tempos atuais. 

É somente isso mesmo. Nada disso que coloquei neste texto enorme é oficial. Caso queira entender mais sobre Freljord, dá uma passada na parte de "Universo" no site do League.

Desde já muito obrigado pela leitura.

 

2 RESPOSTAS

Mais um belo texto! \o/

Valeu de novo uahsaus

Muito obrigado 🙂