cancelar
Showing results for 
Search instead for 
Do you mean 
dglss
Tropa
Tropa

Aatrox: sacrificado em nome do competitivo

:Champion1:
Um campeão de nicho, raramente visto em alguma partida. Completamente descartável. 
Vendo isso, a Riot começa a trabalhar em um rework. Após um intenso trabalho, entregam um campeão totalmente bem feito e 100% de acordo com sua identidade: um Darkin, sanguinário e que renega a morte. A constatação do bom serviço foi o mesmo campeão outrora esquecido se tornar um dos mais escolhidos na rota do topo.
No começo, hei de concordar que ele estava desequilibrado para cima, mas isso é algo que rotineiramente acontece em reworks ou novos campeões. Após alguns ajustes perfeitamente acertados (e no estrito sentido da palavra, uma vez que o campeão passou a ter 50% de win rate, um perfeito equilíbrio), como o de permitir o ressuscitamento apenas após algum abate e remover o corte de cura da sua passiva, o campeão estava totalmente ajustado para os padrões da soloqueue, que é a essência do jogo, que realmente importa para 99,9% dos jogadores, ou seja, a Riot teve seu duro trabalho reconhecido da melhor maneira possível. Mas aí entram os 0,1% para os quais a Riot decide dar mais atenção: o cenário competitivo.
Em nome da incapacidade desses que são pagos para extrair das diversas ferramentas do jogo diferentes modos de vencer, a Riot sacrificou seu próprio bom serviço, destruindo o campeão e jogando sua taxa de vitórias para 46,4%, removendo sua identidade de ressuscitação, enfraquecendo limpeza de tropas, etc.
Não se justifica enfraquecer tanto um campeão com 50% de taxa de vitórias. Peço a Riot que reveja a forma com que equilibra o jogo e não prejudique toda a maioria em nome de uma menor parte que não consegue lidar com o que está bem estabelecido.

9 RESPOSTAS
Kansai
Dragão
Dragão

Como alguém pode achar um rework que muda a classe do personagem algo bom?

Que tal transformar o Renekton em um mago de alta range igual o Xerath, isso seria o ideal para balancear o personagem, certo?

Melhor que isso, Darius se tornar um Atirador, tudo em nome da popularidade, afinal é a classe mais popular(e que mais recebe skins de alto custo recentemente).

Creio que só você viu isso. Se manteve lutador, se manteve top laner, se manteve curando ao longo da batalha, e com várias melhoras atestadas pela maior atenção dada ao campeão por parte da comunidade.

Concordo.

"Se perguntarem diga que a pele é falsa."
Draicker
Lenda
Lenda

Só lembrando q no patch q removeram o reviver da ultimate, o win rate dele fez foi subir pq devolveram poder a ult dele com mais cura, e mais move speed, menos tempo de recarga, e o win rate dele ficou alto. Oq matou o Aatrox foi o patch antes do mundial q fez com q ele perdesse a cura da passiva por mais tempo e tbm a redução de dano em minions, foi isso q dropou o win rate dele pro atual, e mesmo ele estando "fraco" para os padrões da SOLOQ, ele foi escolhido de vez em quando no mundial, imagina se ele tivesse naquele estado, ia aparecer em todos os jogos, assim como Kai'sa, Xayah, Nautilus, entre outros campeões q dominaram o mundial.

Karma Travesti
Aronguejo
Aronguejo

Resumindo, ainda bem que tiraram a possibilidade dele rescussitar na ult, pq o antigo nem sempre rescussitava, tinha que ter a poça de sangue cheia eu acho, não lembro.

E o boneco ainda ta muito forte

Privatiza tudo aí Twitter: @NoWayBevilaqua
Real Caffrey
Arauto
Arauto

Bicho, a questão é a seguinte: o campeão era pick ou ban nas partidas do competitivo. Não vencia todos os jogos - longe disso - e não vencia todas as lanes - longe disso também. O que define o rework, o nerf ou o buff em um campeão, na realidade, é quantas vezes ele aparece, e não se vence demais ou perde demais. Cá entre nós, esse Mundial tá muito, muito chato. Tô cansado de Kai'sa e Xayah; Ryze e Kayle; Lee Sin e Gragas; Nautilus e Thresh; Garen e Yuumi; Renekton e qualquer coisa, é chato, é cansativo, é irritante, não tem mais graça. Akali, Qiyana e Pantheon são praticamente permaban. Todos os demais campeões estão sendo ignorados. Eventualmente surge um Lucian, um Heimerdinger, uma Irelia, uma Rek'sai ou um Ezreal, mas é extremamente eventual. A prioridade que se deu a alguns campeões tornou o jogo monótono e cansativo. E, aqui entre nós também: a Kai'sa não é um pick tão forte assim. Por causa dessa prioridade exagerada e injustificada, em breve ela será nerfada outra vez, embora não precise. Anote isso.

 

A equipe de balanceamento da Riot fica mais adstrita em suprimir as forças de algum campeão do que fortalecer as fraquezas de seus adversários de rota. E não, eu não tô falando de dar +0,25 de AD inicial pra Caitlyn, ou de "arredondar" os stats do Shaco. Tô falando de estruturar os campeões de modo que os picks não sejam sempre os mesmos, de que os jogadores do competitivo entendam que vale a pena variar. Nada disso tem acontecido. Isso não acontece. O MUNDIAL É CHATO.

 

O Aatrox entra nesse bolo. Primeiro, estragaram o campeão, concedendo-lhe um nerf bizarro no seu ultimate (não revive mais, só se obtiver um abate ou assistência). Depois, nerfaram o ultimate novamente (agora, só revive com abate). Por fim, descaracterizaram o campeão (agora não revive mais porr4 nenhuma). Enfim, o Aatrox foi retalhado, transformou-se em outra coisa, algo que nunca foi. Campeões como Aatrox, Akali, Yasuo e afins são impossíveis de balancear. Ou você fortalece os demais picks, ou descaracteriza os campeões. Alguém é culpado por isso.

Concordo com tudo o que você disse, e creio que isso reforce meu argumento. A Riot na tentativa de melhorá-lo, tirou sua identidade (ressuscitação), e para tirá-lo do mundial, enfraqueceu a passiva e a limpeza de tropas. Se, ainda assim, o competitivo abusa do campeão, o problema está neles!


@Draicker  escreveu:
Só lembrando q no patch q removeram o reviver da ultimate, o win rate dele fez foi subir pq devolveram poder a ult dele com mais cura, e mais move speed, menos tempo de recarga, e o win rate dele ficou alto. Oq matou o Aatrox foi o patch antes do mundial q vez com q ele perdesse a cura da passiva por mais tempo e tbm a redução de dano em minions, foi isso q dropou o win rate dele pro atual, e mesmo ele estando "fraco" para os padrões da SOLOQ, ele foi escolhido de vez em quando no mundial, imagina se ele tivesse naquele estado, ia aparecer em todos os jogos, assim como Kai'sa, Xayah, Nautilus, entre outros campeões q dominaram o mundial.

^

 

Foi um ótimo nerf, ele deixou de ser pick de extrema prioridade no competitivo e virou um campeão de nicho, diferente da Xayah e da Kai'Sa que eles se recusam a dar um nerf decente.


@dglss  escreveu:

Concordo com tudo o que você disse, e creio que isso reforce meu argumento. A Riot na tentativa de melhorá-lo, tirou sua identidade (ressuscitação), e para tirá-lo do mundial, enfraqueceu a passiva e a limpeza de tropas. Se, ainda assim, o competitivo abusa do campeão, o problema está neles!


Isso é interessante, porque a Riot também introduziu um buff totalmente sem sentido na Ashe que tornou a campeã extremamente dominante nas filas ranqueadas, mas ela apareceu creio que somente duas vezes no mundial, uma delas nas mãos do brTT. Eles tentam manipular o meta e induzir a utilização de determinados campeões ou inviabilizar a utilização de outros determinados campeões, mas tudo sai pelo avesso. É bizarro. A equipe de balanceamento não sabe o que faz.