cancelar
Showing results for 
Search instead for 
Do you mean 
Heye
Aronguejo
Aronguejo

Ahri Build | Desvendando o Meta


Olá, Invocador, eu sou o Heye da Escola de Invocadores e hoje nós vamos falar da Build da Ahri. A nossa querida raposa vem ganhando força recentemente e muito disso se dá pela mudança de prioridade nos itens do mid. Sendo assim, vamos entender quais os melhores itens para a Ahri e como você deve escolher montar a sua build.

Como de costume, um merchant básico. Eu sou criador e autor da Escola de Invocadores, o projeto que iniciei para ensinar a jogadores comuns o que os jogadores profissionais aprendem. Lá você vai encontrar todo tipo de conteúdo sobre League of Legends, sempre feito por pessoas que trabalham no cenário, como Coaches, Analistas, Psicólogos Esportivos, etc. Então, se quiser subir de elo, dá uma olhada, tenho certeza que vai ter um bom conteúdo para você.

 

E não esqueça de dar GG!

Build

botaslucidez > glacieterno > focodohorizonte > impetocosmico > zhonya

 

Bom, vamos lá. Baseada no Glacieterno, a Build da Ahri é bem versátil e vai te permitir adotar vai vários estilos de jogo diferentes. Assim, você pode se adaptar a cada partida, de acordo com o que o jogo te exigir.

Vamos falar um pouco dos itens e como eles funcionam para que ela fique realmente forte e atinja seu potencial máximo.

Resumo - Ahri

Aqui vai um resumo se o seu único objetivo é usar a build da melhor maneira. Se quiser entender os motivos, pode continuar lendo.

Glacieterno:  Comece a build com ele, sempre. É o item mais importante a se fechar, porque é com ele que você vai começar os seus combos. A cada 30s, ou seja, a cada wave que chega no mid, você tem a chance de aprisionar o seu adversário e dar all in.

Adaptabilidade: Os próximos itens são completamente situacionais. Veja o que cada um vai te oferecer e faça de acordo com as necessidades do jogo, ok? Vamos lá.

Foco do Horizonte: É o item para all in. Se o time adversário é papel e você pode conseguir kills com facilidade, essa é a sua escolha. O combo dele com o Glacieterno é muito forte e uma vez que a você acerte o aprisionar, fica fácil conseguir as kills porque a sequência de dano é absurda.

Lembre-se de sempre aprisionar, acertar o Encanto e seguir com o resto do combo para aproveitar todo o aumento de dano nas habilidades (10% do item + 20% do Encanto).

Ímpeto Cósmico: Talvez jogar pelo mid não esteja sendo fácil, então jogar pelo rio ou dando Roaming seja a sua melhor opção. Se for esse o caso, fazer Ímpeto Cósmico para a Ahri vai te dar o que você precisa.

Com a passiva aumentando a sua velocidade de movimento, fica bem fácil sair da lane para pick offs e roamings, além de te ajudar a desviar de habilidades quando o seu adversário é focado em Poke.

Lembre-se, essa ideia é focada principalmente em mobilidade, ainda que o ganho de aceleração de habilidade seja muito útil.

Zhonya’s: Defesa. Se você precisa entrar no time adversário e isso está te pondo em risco ou eles estão jogando muito pelo mid, fazer Zhonya’s para a Ahri é uma boa opção.

Você fica mais seguro para iniciar lutas sem ser explodido logo em seguida. E, é um item que vai servir para você ganhar aquelas trocas contra campeões com dano muito explosivo ou para quando você precisa ser um iniciador.

Conclusão: É fácil matar o mid/time adversário? Foco do Horizonte é a sua pedida.

Você não consegue matar o seu adversário de rota, mas pode jogar pelo rio, invadindo a selva ou dando roaming? Então a Ahri vai bem com Ímpeto Cósmico. Além de ser útil em lanes contra campeões de Poke como Xerath ou Lux.

Por fim, você está precisando iniciar ou sempre que entra morre em seguida? Então fazer Zhonya’s vai ser o melhor para você.

Glacieterno - Ahri

Depois de algumas mudanças no meta e a percepção de que o Glacieterno é um item do qual se pode abusar bastante, a Ahri foi um dos campeões que voltou a aparecer. Mas por que isso?

Então, se você fizer um esforcinho, vai se lembrar que na season passada, ela fazia os itens de Slow, Sombra Gêmeas e GLP. E, o motivo mais relevante para isso é simples. A habilidade mais importante da Ahri é o Encanto (E). Uma vez que ela acerte, as chances de abate são muito altas.

No entanto, o problema é que com a mudança nos itens, o Glacieterno ficou de lado. Ele parecia mais fraco e os jogadores começaram a focar em fazer Eco de Luden e Liandry, que tinham combos mais óbvios.

Porém, como de costume, os jogadores foram testando novas possibilidades e algumas interações do item com novos campeões se provaram bem fortes. E, pasmem, o item que foi deixado de lado desde o começo, agora está no meta e é bem forte, por sinal.

Foco do Horizonte - Ahri


Vamos falar de um dos combos que colocou a Ahri de volta no meta. A junção do Foco do Horizonte com o Glacieterno é muito forte porque, se você acertar o aprisionar, o efeito do item é ativado, te dando 10% a mais de dano. Além disso, esse é um dos itens que te dá mais AP no jogo (115 no patch 11.7).

Agora pense no seguinte. São 10% do item, mais 20% do Encanto (E). Isso aumenta MUITO a sua chance de matar o seu adversário no all in, tornando a Ahri uma assassina mortal.

Isso faz com que ela seja uma opção extremamente forte para quando se precisa jogar a lane contra campeões papéis, que morrem fácil.

>> Acesse o Site e Veja Mais

Porém, não foi só o dano alto que colocou a Ahri de volta no jogo. Um dos pontos mais importantes foi a versatilidade.

Ímpeto Cósmico – Ahri

Quando se trata do mid, a maior parte dos campeões pode fazer bem uma ou duas funções. Mas a Ahri tem um bom leque de opções variando a ordem com que faz os seus itens.

Enquanto ela é uma assassina mortal no mid fazendo o Foco do Horizonte, com Ímpeto Cósmico ela ganha um potencial de Roaming e Invade muito grande.

Isso acontece porque o item dá a ela muita aceleração de habilidade, o que ajuda a avançar a lane. E, o mais importante, muita velocidade de movimento.

Se você juntar as duas coisas, tem um campeão que limpa a onda de minions com facilidade e participa ativamente do mapa, chegando sempre antes do seu adversário de rota.

No entanto, esse não é o único ponto em que a Ahri se destaca quando se trata de versatilidade. 

Ampulheta de Zhonya – Ahri

Para muitos mid laners, fazer Zhonya significa atrasar a build para fazer um item defensivo porque você está perdendo a lane. No caso da Ahri, não.

Pense assim, muitas vezes o seu time não tem um iniciador e isso faz com que seja difícil ganhar lutas por objetivos. Com Zhonya, você pode ser essa pessoa.

Todas as vezes que você precisar iniciar as lutas ou mesmo estiver sendo morto logo após entrar na luta, esse item é uma boa opção.

Sendo assim, a Ahri se torna uma forte iniciadora com o Glacieterno somado ao Encanto (E). Então, com a Zhonya’s ela pode fazer isso sem se preocupar em morrer sendo foco do time adversário.

Último Item – Ahri

Se o jogo chegar neste ponto, procure saber o que vai ser melhor para você no momento. Penetração Mágica, Dano Bruto, Redução de Cura? De novo, você tem que adaptar às necessidades do seu time.

Porém, acredito que, na grande maioria dos casos, os melhores itens para a Ahri serão Rabadon, Void ou Morello.

>> Acesse o Site e Veja Mais

Conclusão

Por fim, a Ahri é uma campeã que está forte no meta, mas é importante saber como usar as suas ferramentas. A versatilidade que ela oferece é muito grande e você precisa de inteligência para buildar.

Com os itens certos, ela pode desempenhar vários papéis no jogo e se torna uma campeã bem segura em quase todos os casos.

Então, jogue algumas partidas, experimente as builds, já que a ordem dos itens vai ser sempre situacional e vá se acostumando com a maneira que ela funciona.

Você vai ver que em pouco tempo fazer a build certa se torna natural. Vira uma necessidade e não algo que você precisa pensar muito para fazer.

Sendo assim, espero que este post te ajude e boa sorte jogando de Ahri.

No mais, um grande abraço e até a próxima!

E não esqueça de deixar o seu GG!

Escola-de-invocadoresColor-135px

 

Tags (1)
9 RESPOSTAS
Headow
Tropa
Tropa

Muito bom, obrigada pelo resumo!

GG pelo tópico.
Seria bom se trouxesse outros desse tipo abordando outros campeões.

Hey, man, valeu pelo GG.

Vou trazer mais posts sim, pode ficar tranquilo.

Tem alguma sugestão de campeão que gostaria de ver aqui? Manda aí que pode ser o próximo x).

Sonhos Doces
Aronguejo
Aronguejo

Eu uso essa build. Roubadissima, Ahri fica com um cd MUITO BAIXO na Ulti. Entra e sai da luta quando bem quer e ainda fica tank. 

Poderia fazer um do Kennen? C:
NAGAI2500
Aronguejo
Aronguejo

realmente adorei tambem dei uma olhada no seu link adorei tbm os outros posts

se tem alguma bild para fiddlesticks:Champion28: ai? 

Heye
Aronguejo
Aronguejo

@Sonhos Doces 

É verdade, cara, ela fica muito forte mesmo e funciona em várias situações diferentes. Essa build tá muito boa.

 

@AlexSla 

Mas é claro. Só ficar de olho que já já sai!

 

@NAGAI2500 

Hey, muito obrigado pelo elogio, vamos continuar postando conteúdo pra ajudar no que pudermos, só ficar de olho x).

E sobre o Fiddle, com certeza tem build. Ele é um campeão muito diferente, então tem vários pontos importantes na build que nós precisamos ressaltar. Essa semana ainda vai ter post sobre ele.

Okeeniruy
Aronguejo
Aronguejo

Okay, vamos lá.

 

Não discordo do conceito que você usou, muito pelo contrário.

Ahri é um campeão de roaming, assim como Twisted Fate é um campeão de roaming, assim como Talon é um campeão de roaming, assim como LeBlanc, Galio, etc. Entende-se que por ser um campeão de roaming, todo o seu jogo deve girar em torno do mesmo.

Mas a questão aí é que nem todo jogo é o mesmo. Existem situações e situações. Nem sempre dar roaming de Ahri é a melhor opção, assim como nem sempre você vai ter alvo prioritários para explodir.

 

No momento, a Ahri possui um único problema e ele se resume à falta de dano, que é o mesmo problema do Twisted Fate, e por possuir esse problema, ela prefere jogar ao redor do time dando suporte como um auxiliador. Ela mesma não quer receber atenção no jogo, mas dar aos seus companheiros a atenção que eles precisam. Naturalmente, como cada jogo é um jogo diferente, até mesmo essa regra possui exceções.

 

Mas você disse uma verdade: essa build é bem versátil. Eu não enxergaria problemas em fazê-la em quase todos os jogos, visto que ela se dá bem em diferentes situações. No entanto, por questões de gosto pessoal, eu faria algumas modificações.

Quando eu jogo de mago, sempre tenho em minha mente os "itens obrigatórios de mago". Esses itens são: mítico, Cajado do Vazio (mesmo que seja apenas para antecipação de resistência mágica), Capuz da Morte de Rabadon, item defensivo (pode ser Ampulheta de Zhonya ou Véu da Banshee; às vezes eu faço os dois) e, se necessário, Morellonomicon. Claro, esses itens não são feitos nessa ordem, necessariamente. Supondo que você não precise do Morellonomicon, levando em consideração o espaço da bota, o mago possuiria apenas um espaço livre no inventário, dois se não precisar antecipar resistência mágica (na situação em que ele é a única fonte de dano mágico da equipe) e até três se, unidos os fatores anteriores, não houver ameaça grande o bastante que exija itens defensivos. Como um amante da Tempestade Crescente, eu não abro mão do Capuz da Morte de Rabadon, de forma nenhuma.

Dito isso, existem alguns jogos que eu simplesmente não tenho espaço livre no inventário para fazer o que quiser.

 

Existe outro item que eu, pessoalmente, não me agrado tanto, ou pelo menos na ordem que ele foi colocado: o Ímpeto Cósmico.

Ahri é um campeão de roaming e isso já foi dito acima. Só que acontece que o roaming não dura para sempre. Segundo a sua build, primeiro vem a bota, em seguida o mítico, depois o Foco do Horizonte e sóóóóóó depois vem o Ímpeto Cósmico. Em termos gerais, ele seria feito como quarto item na build, e com quatro slots cheios, o mínimo que eu espero é que o jogo já esteja caminhando para o meio/meio-fim de partida, logo, não adianta muito tentar dar roaming nesse ponto, já que não vai mais existir lane phase. A Ahri ainda é uma maga de skill shot que gosta de bater em quem o ADC dela está batendo, é claro, se ela não encontrar uma brecha para apertar R e detonar um alvo prioritário. Diferentemente do Vladimir, ela não é dependente de velocidade de movimento para participar de lutas e nunca vai querer invadir a jungle inimiga sozinha depois de ter fechado o quarto item, logo, essa velocidade de movimento do Ímpeto Cósmico não se paga especificamente nessa proposta que foi apresentada.

Não é como se eu recomendasse isso porque Caça Suprema e Transcendência são duas runas perfeitas para ela, mas se o que você quer é velocidade de movimento para conseguir acompanhar melhor o seu jungler e ajudar as outras lanes, o que eu recomendo é usar Caça Incansável, Celeridade, Caminhar Sobre as Águas e runa menor de ataque que dá +8 de Aceleração, e é claro, fechar a bota antes de tudo. Pessoalmente, acredito que seja uma ideia melhor para a proposta apresentada.

 

That's all folks!

Opa, man, tudo bem?

Li o que você disse e está certo em várias coisas, mas acho que você não viu a parte que eu falei da adaptabilidade. A build dela pode ser feita em qualquer ordem. O primeiro item depois do mítico vai depender inteiramente da situação.

O Ímpeto pode ser feito primeiro, a Zhonya's também, assim como qualquer outro da lista. Tanto faz hehe.

Ela é realmente um campeão de Roaming, mas com esse conjunto de itens, dependendo de qual o adversário de rota, ela tem uma boa pressão de kill e push, então vai variar da match up mesmo.

Em relação aos slots, eu concordo que cada partida vai te pedir uma coisa diferente, mas você precisa saber manejar o que vai ser melhor ou pior dependendo da situação. Em alguns jogos fazer penetração mágica pode não ser muito relevante ou pode ser de extrema importância, depende.

Em todo caso, é como você falou, existem situações e situações, cada jogador vai precisar entender o que é melhor para aquele jogo específico e é essa a intenção de post. Mostrar as builds com maior eficácia e como elas devem manejadas.

Mas é isso, man, quanto mais você conseguir se adaptar, melhor vai se sair x).

No mais, grande abraço, meu querido o/