cancelar
Showing results for 
Search instead for 
Do you mean 
ILip
Tropa
Tropa

Nova/Old Le Blanc

Riot devolve o tempo que perdi aprendendo a jogar com a nova Le Blanc 

5 RESPOSTAS
Draicker
Lenda
Lenda

kkkkkk é chato msm, vei tem muito champion que eu curtia muito jogar e dps a rito modificou e agora não sou mais bom com ele e perdi muito tempo pra aprender.
Maskret
Tropa
Tropa

Finalmente o pessoal que queria reverter ela de volta conseguiu. Agora ela voltou a ser a sem dedo de antes. A katarina 2. Custava dar uns buffs pra deixar ela mais balanceada e depois tentar planejar um rework futuro pra identidade dela em vez de só fazer ela voltar a ser OP como antes?

 

Pô, curti pra caramba como ela tinha ficado, a gente tinha mais controle dos clones e das jukes, tinha mais estratégia. Só faltava dano e velocidade, mas era divertido.

I Menma I
Tropa
Tropa

RIOT DEVOLVE A MINHA NOVA ANTIGA LEBLANC POR FAVOR. EU NAO QUERO SO BATER A CABEÇA NO TECLADO, SE FOSSE ISSO EU JOGAVA DE MASTER YI. AHHHHHHHHHHHHHHH


@Maskret@  escreveu:

Finalmente o pessoal que queria reverter ela de volta conseguiu. Agora ela voltou a ser a sem dedo de antes. A katarina 2. Custava dar uns buffs pra deixar ela mais balanceada e depois tentar planejar um rework futuro pra identidade dela em vez de só fazer ela voltar a ser OP como antes?

 

Pô, curti pra caramba como ela tinha ficado, a gente tinha mais controle dos clones e das jukes, tinha mais estratégia. Só faltava dano e velocidade, mas era divertido.


Brand: Dificuldade 2, segundo a Riot Games, totalmente compreensível já que é um campeão sem grandes requisitos em relação as TF's, exigindo do jogador apenas ficar atrás de todo mundo, apertar R e acertar as habilidades básicas. Habilidades fáceis de acertar, sendo Point and Click, uma de dano em área, tudo isso sem ter que se aproximar do oponente e podendo stunar quem chega perto.

 

Jhin: Dificuldade 2, segundo a Riot Games. Outra coisa compreensível, já que não envolve muitos riscos, apenas se posicionar distantemente e apertar R na TF, e no mais acertar ataques básicos e uma habilidade com um range gigante. No mais, campeão fácil de usar para farmar, é só não se matar com ele. Não exige quase NENHUMA mecânica de combo ou grandes jogadas do jogador para ser efetivo.

 

Nidalee: Terceiro campeão mais masterizado por você e o único com uma mecânica decente, embora exija bem menos que a LB.

 

Leblanc: Dificuldade 3, segundo a Riot Games. Faker, Bjergsen e Febiven respeitados devido a habilidade que eles tem ao colocar a LB em prática. Exige percepção, noção de mapa para fazer os pickoffs necessários para finalizar o jogo antes do late. Melhora de acordo com a sua velocidade para combar, conhecimento sobre o combo certo para o momento certo, precisa chegar perto dos inimigos e se expor para matar as pessoas em uma TF. Tem sérios problemas com waveclear e exige do jogador bom farm. Campeão squishy que se for acertado por um único stun muito provavelmente é morto. Requer habilidade para jukar os inimigos, caso contrário o desempenho do campeão fica abaixo e extrai o máximo dele. LeBlanc não é sem dedo. É só uma ceifadora de pratas e bronzes que ficam perto dele igual um **cogumelo do teemo** mesmo estando sem itens de defesa, ou que tomam pickoff para um assassino e não querem morrer. Pelo contrário, vem pro fórum chorar.


A única pessoa que está te impedindo de upar é você mesmo, que não consegue admitir seus erros. - paiN Kami

É fácil pegar qualquer assassino e dizer "precisa de posicionamento, precisa saber farmar, é squishy, precisa fazer jukes". Isso não justifica ser um campeão que as habilidades se resumem a dar dano, como você mesmo citou, o brand, porém com mobilidade extrema e sem riscos de errar jogadas. Qualquer mago sem mobilidade, como o próprio Brand, morre se for stunnado. LB não é excessão, e tem ferramentas de fuga pra evitar isso.

Sobre o ataque pessoal aos campeões que eu jogo, faltou um pouco mais de pesquisa. Eu DIFICILMENTE jogo ranked. Invento de tudo pra não jogar. Só jogo se tiver no mínimo 3 amigos meus querendo jogar, isso quando não convenço eles a irem ARAM comigo ou mesmo normal game. ODEIO ter que reduzir meu jogo a picks de meta, a me controlar e ficar farmando por 20 minutos numa partida só pra subir de rank e provar PROS OUTROS, não pra mim, que eu sou um bom jogador. Todo mundo que tenta me xingar quando tô tentando argumentar sobre um campeão ser injusto em certo modo alternativo já começa logo com "Ah, é prata". Sim, sou prata, e sem esforço, se juntar o número de ranqueadas que joguei desde 2012, não deve passar de 100. Podia facilmente ter subido pro ouro nas últimas 2 temporadas, mas não tive tempo nem disposição.

Ainda sobre a pesquisa, você deve ter notado que Brand e Jhin são campeões que eu jogo SOMENTE em ranked. Sei que o Brand está forte agora, e fico feliz por isso, pois sempre fui main dele desde que era lvl 22 e mal conhecia o jogo. Amava o fato de as habilidades dele dependerem umas das outras para efeitos distintos. Era o mínimo de estratégia no kit de um mago de dano. Recentemente o Ryze tem me chamado atenção por esse fato também. Sempre joguei de Brand em ranked, desde a season 3, e sempre me saí bem com ele, mesmo ele não estando no meta. O pessoal reclamando quando eu escolhia, e agradecia quando a gente ganhava. Depois, ele sofreu rework, ficou ainda mais divertido de jogar com a nova passiva, e entrou no meta, e continua firme. Tenho 0 vontade de jogar com ele em normal game, já conheço ele de cor e salteado, uso ele somente em rankeds, que são raras.

O mesmo ocorre pro Jhin, amei o design do campeão, o fato de ele ser um adc que não é dependente só de acertar ataques básicos, como a maioria, e mesmo no late game, precisa de no mínimo posicionamento pra conseguir ser efetivo. Adoro fazer builds focadas em velocidade de movimento. Gosto de pensar que um dia vou usar essa velocidade de movimento pra desviar de várias habilidades de magos e fugir de tanques ao mesmo tempo num 1x3, e conseguir derrotar todos eles. Mesma linha de pensamento do brand. Já que adcs exigem certa disciplina na hora de jogar, eu de vez em quando escolho ele em normal game pra desenferrujar, já que quase nunca sou adc em rankeds, mas quando sou, sempre escolho ele ou Lucian (ou escolhia, na época).

A Nidalee foi desenterrada do baú, jogava tanto com ela suporte e fazia full ap (às vezes até em ranked eu me confiava e dava certo com meu duo sendo o adc). Mesmo que no late game a gente perdesse nos normal game da vida, eu terminava a partida feliz.

Agora, finalmente, chegando ao assunto: A LB. Cara, simplesmente amei o kit novo dela. Eu finalmente conseguia ver ela como a personagem que a Riot propôs. Eu, como todos os outros mains LB, gostaria de poder usar ela efetivamente, mas ela deixou de ser uma assassina e é muito situacional como tá agora. AINDA ASSIM, eu prefiro jogar com ela desse jeito, do que resumir a gameplay dela (em específico da campeã, nada de farm, nem de posicionamento, nem de noção de jogo, que todo campeão exige) a simplesmente habilidades que causam dano e uma skill de mobilidade absurda pra assassinato com risco quase zero. É isso.