cancelar
Showing results for 
Search instead for 
Do you mean 

[Comunidade] Riot, precisamos falar sobre saúde mental no jogo

Salve comunidade!

Apesar de ser um jogador bem velho - comecei a jogar em 2012 quando o servidor br ainda nem existia e era tudo mato - nunca postei nada nos forums pelo que me lembre. Porém, ontem tive algumas partidas que me fizeram refletir e trazer esse tópico à tona dentro da comunidade, pois sinto que é necessário e urgente de ser discutido.

Primeiro de tudo, quero deixar um mea culpa por todo comportamento tóxico que já tive e por vezes acabo tendo dentro do jogo. Acho que todo mundo já acabou cruzando a linha da toxidade ao menos uma vez, seja de forma espontânea ou quando fomentada pelo assedio verbal de outros jogadores. Tive duas restrições de chat esse ano, completamente merecidas, e que depois me fizeram avaliar não só o meu comportamento dentro do jogo, mas também fora dele.

À todos da comunidade que eu em algum momento passei dos limites, peço desculpas. Sei que muitas vezes fui muito mais ofensivo do que poderia ou deveria ser, e tenho me policiado cada vez mais com relação a isso.

Estamos no meio de uma pandemia, e muitas vezes jogamos não só para divertimento ou distração, mas também como uma forma de aliviar os problemas de fora. Em um dos momentos que citei em que recebi restrição de chat, havia perdido meu emprego, quase perdi meu apartamento e varios outros fatores externos ao jogo aconteceram. Percebi que trouxe toda minha frustração da vida para o SR. Agradeço inclusive pela restrição, pois isso acabou ajudando meu desempenho, meu auto controle e minha percepção de como estava mal e precisava de um tempo pra pensar.

Dito tudo isso, ontem tive duas partidas rankeadas com a receita que todo mundo conhece: um time completamente frustrado e tóxico. Imagino que pelas minhas restrições e punições, acabei caindo no limbo de quem tem esse comportamento de forma recorrente (pois todo jogo, mesmo na vitoria, tem isso), e novamente percebi que os xingamentos e abusos dentro do jogo estavam me afetando de forma negativa, fazendo com que eu desenvolvesse e refletisse isso igualmente e me prendendo cada vez mais num ciclo vicioso. É outro momento de parar pra pensar (e começar com /mute all), e cabe a mim ser melhor que isso.

Porém, fiquei me perguntando o que poderia acontecer se alguém com algum problema como depressão, ansiedade e etc recebesse aquilo de forma constante dos times que joga...

Acho que ninguém aqui da comunidade sabe se em um jogo que alguem cruzou os limites, pode ter disparado uma crise, surto ou suicidio em outro jogador.

Foi essa reflexão que me trouxe ao fórum e me levou a criar essa discussão. Acho que todos da comunidade sabem como o jogo flui de forma melhor quando os companheiros de equipe tem um comportamento positivo, e sinto que toda vez que jogo com times assim, esse comportamento ressona nos jogadores e dentro do jogo, as vezes até mesmo na equipe adversária.

Riot: "Beleza, e o que vc sugere?"

 

1) DADOS

Não vejo por parte da Riot alguma ação ou medidas que relacionem saúde mental com o comportamento dentro do jogo. Vocês têm os dados do jogo pra conseguir fazer esse cruzamento de informações, e acho que é necessário levarem isso em consideração já para as próximas temporadas.

 

2) O sistema de honras pode ser uma ferramenta

Acho que é um sentimento comum à maioria de nós que o sistema de honras pode ser aperfeiçoado (inclusive, nunca entendi o porquê de terem tirado o "Oponente Honrado" com o novo sistema se são coisas distintas).

Ampliar a faixa de honra (de 0-4 para 0-10 por exemplo) pode dar uma dimensão maior para nós jogadores sobre ela e o impacto dela no jogo, além de ajudar vocês como desenvolvedores a controlar, punir e corrigir melhor comportamentos tóxicos, e evitar que jogadores com algum problema externo comecem a descer no vórtice da toxidade e de coisas piores.

_________________


Por fim, queria dizer que entendo que parte da comunidade é reflexo dos jogadores (e por isso estou aqui fazendo minha parte), mas também vejo como uma consequencia direta das atitudes e omissões da desenvolvedora.

Espero que esse tópico traga algum resultado positivo para o jogo e para a comunidade em geral. Imagino que as pessoas tenham mais a acrescentar e contribuir sobre isso além do que deixei exposto aqui.

Peço perdão pelo textão.

Abraços a todos!

6 RESPOSTAS
Siirius
Aronguejo
Aronguejo

Sinceramente o sistema de honras não iria mudar nem parar ninguém, os tóxicos que jogam isso não estão nem ai pra isso, quer ter uma gameplay de qualidade? Mute all e usa os pings, não existe outra forma não, é só essa. 

Xigbar
Aronguejo
Aronguejo

Achei muito bonito sua atitude de declarar publicamente um mea culpa, então vou fazer o mesmo: peço perdão a todos aqueles que posso ter ofendido. Sei que passei do limite muitas vezes e as consequências disso não foram nada boas. Eu já tive uma restrição de chat e duas contas banidas, algo que mereci no final das contas. Se eu tivesse sido mais prudente... só que não fui, e paguei caro pela minha falta de controle. Hoje luto pra ser um jogador melhor e não repetir os mesmos erros do passado, e espero conseguir alcançar esse meta desenvolvendo autocontrole e me tornando um invocador honroso e sem nenhuma mácula de toxidade, sendo apto pra receber as honras no final de 2021, assim como nos próximos anos.

Enfim, desculpas dadas, vamos pro assunto: a toxidade não vai desaparecer do lol, infelizmente, e sabe por que? Simplesmente por que as pessoas são tóxicas e encobrem o próprio erro, ou seja, a maioria sempre afirma que viu alguém sendo tóxico, mas esse alguém nunca se refere a elas, esquisito, não? No fim as pessoas mascaram a própria toxidade, e isso contribui pro aumento dela e pra iminente não resolução do problema em si. São poucos que confessam a própria toxidade a público sem usar uma máscara de bons moços.

Duas coisas devem ser levadas em conta nisso tudo: os processos de aprendizagem no lol e a lei da semeadura/karma. Da mesma forma que eu e você aprendemos das piores formas a não disseminarmos toxidade, essas pessoas vão aprender isso uma hora ou outra, simplesmente por que as pessoas colhem o que plantam. No fim, quando esses caras sofrerem uma punição, uma retaliação ou algo pior, eles finalmente vão perceber a cagada que fizeram e vão tentar mudar, é assim que o universo funciona.

 

Existe a opção de não ler nada que outros digitam em jogo, se não aguenta palavrinhas na tela, faz como o Siirius apontou acima, da mute all e joga seu jogo

É exatamente por isso que sugeri a mudança no sistema. As punições tem pouco a pouco acontecido (ja recebi mensagens avisando que uma conta que reportei foi banida por ex), e da época que eu jogava, a melhora nisso foi bem alta. Aquele tribunal que existia antes acabava não funcionando muito bem pela demanda que tinha (pouca gente pra julgar muito caso).

Acho que a Riot tem muito como casar isso com as infos que eles já tem dos players e revisar o sistema de honras pra melhorar o jogo pra todos. Só aumentar o numero de honras e manter o sistema como funciona hoje, realmente não mudaria muita coisa com relação a toxidade.

Sei que existem jogos em que, alem da separação de rank, existe a separação de honra/reputação. Então é quase como se fosse um filtro secundario na hora do matchmaking, e evita que os players toxicos atrapalhem o jogo de jogadores mais "exemplares".

Do mute all por enquanto tem sido a solução. Pra nao perder comunicação com as pessoas do time que passam informações relevantes, tenho mutado só quem perde a linha msm.

O problema não é aguentar as palavrinhas cara, o problema é o que elas podem fazer com outras pessoas quando são recorrentes. Você nunca sabe a situação da pessoa que vc esta xingando.

É uma questão de empatia, simples assim.

Johnny, concordo com relação à toxidade. Acho que acaba sendo mais um problema social do que propriamento do jogo (fosse o contrario, não existiria em outros jogos).

Mas pra mim o problema, e também o motivo do tópico, é que isso tem um efeito na vida das pessoas fora do jogo, e a Riot tem como intervir e ajudar nisso.

Eles já tem uma política bem firme com relação à racismo, LGBT+fobia e etc que acho muito louvável por parte deles, e acho que podem dar um primeiro passo em direção ao tópico de saúde mental. Até mesmo pra serem referencias pra outras desenvolvedoras, já que esse é um problema que existe em quase todos os jogos, mas que poucos abordam diretamente.

Fazendo uma comparação bem grosseira, é como se eles tratassem algum xingamento racista como só toxidade, e não como racismo, saca?

Existe vários relatos de pessoas que se mataram, desenvolveram ansiedade, etc etc etc por conta de toxidade em outros jogos. Pensar que eu poderia ter sido responsável por ter causado isso em alguém me deu a energia pra trazer esse tópico.