cancelar
Showing results for 
Search instead for 
Do you mean 

Será que essa nova temporada...

Ir para a solução

com tantas novidades não poderia ser GENTIL e arrumar uma maneira de punição severa ou parar de juntar no mesmo time pessoas que facilmente olhando kda/perfil/etc fiquem na mesma equipe? Jogo em 4 servidores e nos 3 servidores gringos meu ping varia de 130 a 150 e eu sinto angústia em pegar gold nos serves gringo com ping alto e ter uma dificuldade sobre-humana no meu próprio servidor. Vivo em um planeta cuja raça é humana então pq os brasileiros tem tanta dificuldade em ser "feliz" ? Pq é tão custoso ganhar uma partida de boa? Pq essa necessidade de perder é tão grande entre os brasileiros? Será pq somos um povo de muita baixa estima e achamos que nunca podemos ser/ter o melhor? Partida ganha sendo entregue por prazer ou ignorância? Acredito que as ciências humanas deveriam estudar nossa gente. Psicólogos e psiquiatras deveriam fazer um multirão e dar consultas gratuitas pro povo brasileira. Não é apenas no lol é em relação a tudo. Se uma empresa esta indo bem mais o joãozinho não é o dono dela e sim um simples funcionário, ele não se esforça pra que a empresa cresça mais e mais. São tantos exemplos que cansaria descrever aqui.

 

É triste que com 10 anos de jogo ninguém da Riot pensou uma maneira JUSTA  de equilibrar as partidas. Seria prazeroso mais que ganhar baú e icone se o jogo me proporciona-se partidas em que eu tivesse uma possiblidade justa de vitória.

 

Não faz e nunca fará sentido esta em um game cujo o jungler esta com 28  kils, inibidor dos inimigos aberto e ele começar a fazer 1x5 e morrer  8 vezes em sequências e ficar xingando no all "x1 lixos". Um ser humano desses não importa se é uma criança de 12 anos ou um adulto de 30 tem desiquilíbrio neurológico, isso é FATO!

 

Acredito que a Rito poderia criar um esquema que só permitisse ao jogador inicar rankeada depois de uma pré-ranqueada. Que iria testar a capacidade dele pra abrir as filas ranqueadas pra que ele pudesse entrar. Até  ele alcançar determinados pontos ele ficaria nessa pré -ranked.

 

Um servidor abarrotado de contas, cuja uma parcela enorme é de smurfs que qd cansam de jogar na main por não estar indo bem vai na prata/ouro etc snobalar e "humilhar" os jogadores que pertencem ao elo. Assim fazendo com que eles sintam mais importantes e "bons" jogadores.

 

Não tão longe temos um cenário profissional decadente, onde raramente aparece novos players e qd sim, brilham uma unica vez e somem na vasta escuridão do céu. Vamos pros mundias da vida e nunca passamos na fase de grupo. Somos stompados in-glória e achamos que esta tudo numa nice, próximo ano tem mais.

 

Nunca o cenário Br será digno de passar da fase de grupo de um mundial se esse descaso com a comunidade continuar. Acredito que se houvesse uma maneira de "ajustar" os jogadores antes deles irem de fato pra fila rankeada mudaria o cenário PROFISSIONAL. Teriamos mais qualidade ao invés de qtds de contas. Haveriam  muitos joãos e marias que brilhariam sem cair na escuridão.

 

É, eu sei que a maioria que ler isso aqui vai fazer uma crítica do tipo " vc não sobe pq é ruim etc" ou coisa do tipo, então eu lembro sou GOLD em 3 servidores cujo ping é 150. Sim, eu sei que gold não é lá grande coisa mais já me garante skin e além do mais com 150 de ping sendo eu um jogador da base da pirâmide eu acho ótimo. Infelizmente no meu servidor é provável que meu máximo seja silver que pena pois me esforço e tenho 20 de ping enfim.

1 SOLUÇÃO ACEITA

Soluções aceitas
Real Caffrey
Arauto
Arauto
Salve, @TBigBangTheory. Creio que você tenha verbalizado boa parte das nossas aflições mais profundas e mais generalizadas do que se imagina. Interessante a sua forma de abordagem. Não se restringe tão somente a ofender a Riot porque o algoritmo não é bom, mas explora também a personalidade do nosso povo e isso é um ponto muito positivo. Se me permite, gostaria de acrescentar alguns pontos do seu tópico e destacar algumas coisas que me parecem relevantes.

Antes de mais nada, é necessário entender que as filas ranqueadas são problemáticas nos servidores de fora também, falando sobre o tipo de jogador que lá se encontra. Temos exemplos de ragers, haters, kids e semelhantes também no exterior. Há pouco tempo, vi um main suporte, mono Teemo, que pickava o campeão e fazia duo com o mid em vez de fazer duo com o bot. Ele chegou ao Challenger assim. Um streamer internacional influente o reportou e a conta dele foi banida/suspensa por alguns dias, como se ele tivesse violado alguma regra de jogo.

O que é relevante imaginar é que nenhuma partida necessariamente será igual à outra. Em síntese, diversos fatores influenciam o desempenho de um jogador em uma partida: vida pessoal, um mau dia, alguma má decisão, existem muitas variáveis. E, é claro, existem os trolls. É importante que nós saibamos que o tipo de jogo desse cara o agrada, ele gosta do que faz. Protegido e vedado pelo anonimato que a Grande Rede lhe concede, ele trolla, xinga, ofende, e isso acontece com alguma naturalidade. Eventualmente premeditadamente, eventualmente situacionalmente. O que há em comum entre a situação premeditada e situacional é que os demais jogadores não são capazes de controlar esse fato. Se tiver que acontecer, vai acontecer.

Sobre os smurfs, estou 100% de acordo contigo. Creio que eles estraguem a experiência dos elos mais baixos e acabem afastando alguns jogadores do League of Legends, pelo simples fato de que alguns deles passam a se sentir muito mal depois de terem sido stompados. Além de perder vertiginosamente, também são alvo de ofensas e agressões pelos membros do próprio time. Ninguém tem sangue de barata. Isso vai estressar qualquer um.

Sobre a pré-ranked, creio que seja uma proposta bastante válida, mas também creio que seja improvável a sua implementação. A Riot Games é uma sociedade empresária, e, com isso, vem o objetivo principal de qualquer sociedade empresária: auferir lucro. Os jogadores enchem os cofres da Riot pelo simples fato de estarem online e jogando, afinal, as estatísticas também representam uma fatia considerável da sua propaganda. Alguns dos smurfs, ainda, são youtubers, streamers e/ou criadores de conteúdo, o que também traz novos jogadores ao League ou acabam os fidelizando. Outros smurfs só querem se provar, comprovar que é possível chegar aos elos mais altos com qualquer conta, jogando com qualquer campeão e em qualquer role.

Como você pode ver, existem diversos fatores que precisam ser considerados. Sobre a personalidade do brasileiro, sim, concordo contigo, mas somos hoje 210 milhões. Duzentos e dez **bleep**ing milhões de habitantes. O League of Legends deve ter, no Brasil, o quê? Um público de um milhão de pessoas? Improvável que daqui parta a mudança de que precisamos. Sad, but true.

Ver Resposta em Destaque no post original

8 RESPOSTAS
Joluan
Dragão
Dragão
" vc não sobe pq é ruim etc"


qualquer campeão tem skin ultimate, basta vc comprar 3 skins dele
menos vc ornn
vc sobe pq é bom, smurf etc? Ou tem sorte em cair com time que saiba o básico. Um desses item tem que ser.
Ranked é algo imposto pela sociedade, você não precisa de elo se você não quiser ser um profissional no jogo
eu jogo esse jogo há anos e só pego o gold pra pegar a recompensa da temporada, tenho um amigo que joga o mesmo tanto que eu de tempo e ele é muito melhor que eu mecanicamente e nunca jogou ranked

agora vc perder seu tempo fazendo textão por perder partida em um jogo, triste


qualquer campeão tem skin ultimate, basta vc comprar 3 skins dele
menos vc ornn

Ranqueada melhora sua mecanica sim, quanto mais você sobe, mais você pega cara melhor que você, e jogando com caras melhores que você, a tendencia é melhorar.. e nao ficar jogando normal game pegando "ferro,bronze,prata,ouro" fazendo 30/7 " q é oq eu faço quando jogo normal game " e achando que joga pra krlh !! Obs: minha perspectiva de jogo , atualmente diamante 3 

interessante  que escrever texto pra essa comunidade é "perder tempo" mostra que o que eu escrevi está pra lá de RELEVANTE!!!!


@TICARACATIGAS  escreveu:

Ranqueada melhora sua mecanica sim, quanto mais você sobe, mais você pega cara melhor que você, e jogando com caras melhores que você, a tendencia é melhorar.. e nao ficar jogando normal game pegando "ferro,bronze,prata,ouro" fazendo 30/7 " q é oq eu faço quando jogo normal game " e achando que joga pra krlh !! Obs: minha perspectiva de jogo , atualmente diamante 3 


Ai esta a questão não jogo contra pessoas melhores jogo com time "estranho", que entrega quase todas as partidas. Mesmo que o time adversário não seja bom. Perder pq o adversário é bom na vdd é ganhar, ganhar experiênica e observar os erros pra melhorar etc. Perder por entrega não faz sentido!

Mês que vem completo 4 anos de lolzinho, peguei platina nas 3 seasons anteriores e esse ano cheguei no diamante finalmente e cara, que escalada difícil, mesmo estando na md5 pro diamante o jogo me colocava com uns jogadores "incríveis" e eu dropava sem parar ate o platina 3/4, consegui chegar no diamante e infelizmente a arrogância da galera só aumenta, nosso servidor está contaminado infelizmente 😞
Há quem ache isso normal, eu já não acho, acho que a galera vem jogar pra trolar mesmo e concordo com esse pré ranked ou ter um minímo de maestria pra usar o campeão em ranked, porque uma kai'sa startar de gume e fazer dançarina depois foi o fim pra mim.
Real Caffrey
Arauto
Arauto
Salve, @TBigBangTheory. Creio que você tenha verbalizado boa parte das nossas aflições mais profundas e mais generalizadas do que se imagina. Interessante a sua forma de abordagem. Não se restringe tão somente a ofender a Riot porque o algoritmo não é bom, mas explora também a personalidade do nosso povo e isso é um ponto muito positivo. Se me permite, gostaria de acrescentar alguns pontos do seu tópico e destacar algumas coisas que me parecem relevantes.

Antes de mais nada, é necessário entender que as filas ranqueadas são problemáticas nos servidores de fora também, falando sobre o tipo de jogador que lá se encontra. Temos exemplos de ragers, haters, kids e semelhantes também no exterior. Há pouco tempo, vi um main suporte, mono Teemo, que pickava o campeão e fazia duo com o mid em vez de fazer duo com o bot. Ele chegou ao Challenger assim. Um streamer internacional influente o reportou e a conta dele foi banida/suspensa por alguns dias, como se ele tivesse violado alguma regra de jogo.

O que é relevante imaginar é que nenhuma partida necessariamente será igual à outra. Em síntese, diversos fatores influenciam o desempenho de um jogador em uma partida: vida pessoal, um mau dia, alguma má decisão, existem muitas variáveis. E, é claro, existem os trolls. É importante que nós saibamos que o tipo de jogo desse cara o agrada, ele gosta do que faz. Protegido e vedado pelo anonimato que a Grande Rede lhe concede, ele trolla, xinga, ofende, e isso acontece com alguma naturalidade. Eventualmente premeditadamente, eventualmente situacionalmente. O que há em comum entre a situação premeditada e situacional é que os demais jogadores não são capazes de controlar esse fato. Se tiver que acontecer, vai acontecer.

Sobre os smurfs, estou 100% de acordo contigo. Creio que eles estraguem a experiência dos elos mais baixos e acabem afastando alguns jogadores do League of Legends, pelo simples fato de que alguns deles passam a se sentir muito mal depois de terem sido stompados. Além de perder vertiginosamente, também são alvo de ofensas e agressões pelos membros do próprio time. Ninguém tem sangue de barata. Isso vai estressar qualquer um.

Sobre a pré-ranked, creio que seja uma proposta bastante válida, mas também creio que seja improvável a sua implementação. A Riot Games é uma sociedade empresária, e, com isso, vem o objetivo principal de qualquer sociedade empresária: auferir lucro. Os jogadores enchem os cofres da Riot pelo simples fato de estarem online e jogando, afinal, as estatísticas também representam uma fatia considerável da sua propaganda. Alguns dos smurfs, ainda, são youtubers, streamers e/ou criadores de conteúdo, o que também traz novos jogadores ao League ou acabam os fidelizando. Outros smurfs só querem se provar, comprovar que é possível chegar aos elos mais altos com qualquer conta, jogando com qualquer campeão e em qualquer role.

Como você pode ver, existem diversos fatores que precisam ser considerados. Sobre a personalidade do brasileiro, sim, concordo contigo, mas somos hoje 210 milhões. Duzentos e dez **bleep**ing milhões de habitantes. O League of Legends deve ter, no Brasil, o quê? Um público de um milhão de pessoas? Improvável que daqui parta a mudança de que precisamos. Sad, but true.