cancelar
Showing results for 
Search instead for 
Do you mean 
DoutorWhite
Aronguejo
Aronguejo

Sobre a ultimate da Seraphine e a tal "Venda casada"

Vi muita gente falar que a Riot ia ter problemas na justiça por causa da Seraphine, e vi muita desinformação ali, muita gente que não entende nada de direito tentando opinar sobre o assunto. Vou tentar explicar nesse tópico e ajudar as pessoas para que entendam um pouco mais sobre esse assunto.

Essa lei vem do Art. 39 do código de defesa do consumidor, e resumidamente serve pra proteger o consumidor da prática ilegal conhecida como "Venda casada". Mas afinal, o que é venda casada? Vamos supor que eu, um consumidor, queira comprar um produto X, mas para adquirir esse produto, eu tenho que comprar um produto Y. Desta forma, eu estou sendo obrigado a comprar o produto X, sem que eu queira consumir ele, e a lei prevê que o consumidor não é obrigado a consumir coisas que não queira. O mesmo se aplica a cinemas e restaurantes, onde eu não posso ser impedido de entrar nesses estabelecimentos com minha própria comida por lei. É óbvio que a lei é bem mais complexa que isso, mas eu tentei dar uma resumida.

Mas aonde exatamente que isso se encaixa na Seraphine?

Acontece que se eu quiser comprar um produto X de um pacote com X, Y e Z, e não for possível comprar o mesmo separadamente, isso também cai na venda casada. Em teoria, a últimate da Seraphine é um pacote de três skins distintas, e eu não posso comprar nenhuma delas separadamente. Vamos supor que eu queira adquirir a Seraphine KDA apenas, e não goste da Seraphine Indie/Estrela em ascensão. Eu não sou obrigado a adquirir as outras duas para ter a Seraphine KDA pela lei Brasileira, e como a Riot não vende essas skins separadamente, isso seria considerado uma forma de venda casada!

Mas afinal, na prática é isso mesmo?

Bom, a Riot já teve problemas em relação a isso. Lá fora os cromas rubi só podem ser adquiridos através de pacotes, enquanto no Brasil eles podem ser comprados separadamente, pois a lei Brasileira vê isso como venda casada, e tem diversos outros casos em que a Riot teve que alterar pacotes na hora de ir pro BR.

Então... O que vai acontecer com a ultimate da Seraphine?

Essa foi a parte que eu vi a galera mais errou. A lei Brasileira exige apenas que a skin seja vendida separadamente, então a skin ultimate pode continuar existindo por 3250RP DESDE QUE eles também vendam a mesma separadamente. O que eu acho que vai acontecer é que a Riot vai vender a skin separadamente, na forma de três skins lendárias, e uma ultimate que seria a junção dessas três + quests por 3250RP.

Conclusão: A ultimate pode sim se encaixar na venda casada pelo entendimento da lei. Desde que a Riot venda a skin separadamente (provavelmente como três lendárias), ela pode sim lançar a ultimate no jogo como é lá fora sem nenhum problema. Espero que tenham entendido melhor sobre a venda casada, e como a Seraphine é afetada.

15 RESPOSTAS
Peguei Akali
Tropa
Tropa

acho que agr consegui entender sim. infelizmente essa merda não vai ser deletada do jogo ashuashuasjuadjta

Imagina se a Riot investe todo dinheiro nessa campeã e ela precisa ser delatada por decisões judiciais KKKKKKKKK
Raw Tomato
Arauto
Arauto

Tão mais fácil jogar sem gastar nada...


"Quem pode me ofender? Só um tipo de pessoa, aquela que diz uma coisa com a qual eu concordo."
- Leandro Karnal

Fala isso pra galera que já é Main Seraphine desde o DotA All-Stars

Muito boa a sua explicação geral sobre a situação. Não sabia sobre esse caso dos Cromas Rubi, interessante de ver como a jurisdição do Brasil interfere no cliente e no jogo que conhecemos... Confio bastante nessa suposição das 3 skins lendárias e, sinceramente, eu acharia ainda melhor assim, com mais opções para nós.

Estou muito ansioso para ver qual vai ser a justificativa ou mudança nessa utilmate, pois nossa lei não permite isso, que eu acho totalmente correto pois acaba protegendo o consumidor dessa pratica errada, acabei ficando bem decepcionado com essa skin ultimate e ainda por cima não esperaria uma pratica dessa por parte da riot. 

É O MUFAS
Arauto
Arauto

Eu ouvi venda casada?

celso.jpg

< ̄`ヽ、       / ̄>
 ゝ、  \ /⌒ヽ,ノ  /´
   ゝ、 `( ( ͡° ͜ʖ ͡°) / ....ñ bane
     >     ,ノ Swain
     ∠_,,,/´” s2

[img]https://i.ytimg.com/vi/2iunCtpTCq8/maxresdefault.jpg[/img]
D4rk Dr4gon
Tropa
Tropa

a riot tem que vir a publico, explicar essa situação e dizer como irá resolver. se cada uma for vendida por 1820 e não tiver como comprar as 3 juntas por 3250 vai ser sacanagem com os jogadores br que terão que pagar bem mais caro pelas 3 juntas comparado aos jogadores dos outros servidores

Hyukuuri
Dragão
Dragão

Eu queria ter o croma rubi da karma emissaria da luz , mas só poderia obte - la pagando aquele preço absurdo , sem contar que eu so fiquei com a skin e a borda e saiu mto caro , pior que pra eu ter conseguido ela , tive que pegar coisas que nao eram de meu interesse , detalhe : segundo o reddit ,a borda da karma dawnbringer custou 650 rp a mais .

Qiyana Reeves
Arauto
Arauto

Pra mim um caso de venda casada é vender sentinelas em pacote de borda e ícone de skins só pra encarecer o pacote. Isso obriga todo mundo a comprar um item que não quer só por causa de um ícone e borda. Outro caso é sobre os pontos de prestígio, que eles vendem pela compra de orbes, cápsulas e baús. Esse negócio de venda casada na ultimate da Seraphine pra mim é pouco perto dos exemplos que citei. Mas as pessoas só contestam o que lhes convém por puro hate.

Não defendo a skin, mas também reclamam muito pelo preço. Estão dando emote, dois ícones e uma borda pelo preço de 3250 RPs. Nas skins da GGMF e Lux pagamos mais caro por bordas e ícones adicionais. Também acho que esse sistema de missões é sacana e isso podia ser feito dentro do jogo, de modo que a "carreira" dela evoluisse ao longo da partida (aí eles precisariam ser criativos em criar um mecanismo legal de progresso).

Como eu disse no texto, a Riot pode sim vender a skin Ultimate, desde que ela também venda a skin separadamente. O que ela não pode fazer é vender APENAS a skin Ultimate. Deu pra entender?

A Riot não dá uma dentro mesmo. Por que eles não fazem esse sistema de quest DENTRO da partida? Coloca uma quest aleatória para que você upe pro próximo nível da skin. Exemplo: Você precisa farmar 100 minions pra upar pra Seraphine Estrela em Ascensão, e 10 abates pra upar pra Seraphine KDA. Ai em outra partida, você precisa dar 1000 de escudo pra aliados pra upar pro próximo nível, e depois precisa destruir duas torres pra upar pra Seraphine KDA. Não daria problemas com a justiça e seria bem mais interessante que o sistema atual. 

Stark San
Tropa
Tropa

Errado, de varias formas que um monte de contra argumentos com provas se fosse preciso, a Riot não fará nada, não precisará fazer nada, e se precisasse já teria feito, pois é uma Skin com dois chromas. Além do mais, é muita hipocrisia falar de uma lei (com um nome ridículo, por sinal) dessas e tentar ancorar alguma prova de seu argumento aos chromas ruby (muitos sendo vendidos separadamente até mesmo no NA), sendo que esse tal conceito de "venda casada" se aplicou a muitas coisas que a riot já vendo, se aplica a coisas que a riot esta vendendo nesse momento e vai se aplicar a coisas no futuro. Tudo isso no servidor BR, inclusive e, adivinha, nada será feito, pois não precisa e não deve ser feito. Não queria argumentar com leis que são falhas e muitas vezes interpretativas para tentar acabar com um conceito de linha de skins existente no jogo a mais de 8 anos, sendo que nesses oito anos essa é a primeira vez que vejo alguém reclamar e, o pior de tudo, é que a reclamação está enraizada em puro hate contra à campeã.

PS: não perca tempo me respondendo, não vou voltar nesse post.

Apenas esclarecendo essa questão (para outras pessoas, afinal sei que você não irá ler isso, assim como eu demorei meses pra ler sua resposta)

 

Creio que você esteja completamente equivocada, pois essa questão da venda casada é uma das leis mais importantes do Código de Defesa do Consumidor, pois impede muitas práticas abusivas relacionadas ao consumidor. Por exemplo, não é ridículo você ter que ir no cinema e ter que comprar comida do próprio local se quiser se alimentar durante a sessão do filme? Pois a venda casada proíbe isso, e hoje em dia é algo ILEGAL

E obviamente a Seraphine ainda entra nessa questão, e está passível de sofrer processos (precisando apenas haver uma denúncia com embasamento legal e um Juiz que aceite a causa). Não vamos esquecer que a Riot está sendo processada pela questão das Loot Box, um exemplo de coisa que sempre foi ilegal e todo mundo disse que não daria nada

Ideia legal, mas, não ficaria parecido demais com a lux elementalista?