cancelar
Showing results for 
Search instead for 
Do you mean 
Tropa
Tropa

ADCs na Jungler e o descaso com Os Kindred

Basicamente queria entender por que a Riot cria Os Kindred, um adc jungler, pra depois nerfar tanto ele ao ponto de ser mais útil usar adc da botlane (Ezreal, Lucian,Twitch…) na Jungler do que os KIndred! Que %%% vcs tem na cabeça? Sério!


99 RESPOSTAS

Vou falar a real mesmo,porque os Kindred é meu boneco preferido of all time.
Os Kindreds tem 50% de winrate Plat+(Powered by champion.gg),com uma playrate de 0.84 e Ezreal tem 50% com 6.92% de playerate,quer dizer que mesmo com um pequeno grupo jogando com eles,eles não conseguem manter uma winrate bacana,provando que o boneco não é lá tudo isso.
Mas eu vou falar os problemas de gameplay que eu vejo,começando pela passiva que é pra onde foi transferido todo o scalling dela,onde você só cresce com as marcas,você não deve simplesmente farmar e conseguir recursos como qualquer jungle de power farm,isso quer dizer que se seu time está atrás você sofre muito com o campeão,então você precisa rodar muito bem a Jungle pro seu time não ficar atrás,e fazer um jogo rodar necessita de muita experiência com o campeão,por isso a primeira reação do jogador que pouco joga com o campeão é que ele está fraco,mas ele está neutro,nem forte,nem fraco.
Eu como um ex-jogador de Kindred,após as mudanças eu senti que tinha que forçar muito a barra pra jogar com ela,que eu tinha que forçar muito pra jogar em cima dessas marcas,e acabou ficando um pouco estressante ,quem joga de Kindred sabe o que é rezar pra primeira marca nascer no arongueijo que está no seu lado,do que é torcer pra nascer marca não nascer na Acuamina ,porque eu sou forçado a jogar em volta das marcas,ele não me da mais a opção de começar a pegar depois que eu setar melhor o game,porque o Early é bem mediano.
Quando eu jogo com um outro campeão mais power farm como uma Shyvana ou até o um Graves(Que não é exatamente um power farm),eu não me sinto temeroso ao fato de eu não ter conseguido pegar marcas,tudo porque eu sei que o Gold que eu fiz de farm vai conseguir me sustentar.
Eu queria que transformassem as marcas dos Kindreds em um bônus para o jogador bom,mas que o jogador novo pudesse jogar o seu jogo mediano e conseguisse atuar também,porque hoje os Kindreds conseguem sua winrate mais pelo fator surpresa,do que pelo seu Kit,diferente do Ezreal que consegue sua Winrate por conseguir desempenhar bem sua função de Atirador na selva.Inclusive da pra dizer que o Ezreal é o Atirador Jungle que o jogo precisava,mas que a Riot não conseguiu trazer com os campeões novos.


Vou falar a real mesmo,porque os Kindred é meu boneco prefiro of all time.
Os Kindreds tem 50% de winrate Plat+(Powered by champion.gg),com uma playrate de 0.84 e Ezreal tem 50% com 6.92% de playerate,quer dizer que mesmo com um pequeno grupo jogando com eles,eles não conseguem manter uma winrate bacana,provando que o boneco não é lá tudo isso.
Mas eu vou falar os problemas de gameplay que eu vejo,começando pela passiva que é pra onde foi transferido todo o scalling dela,onde você só cresce com as marcas,você não deve simplesmente farmar e conseguir recursos como qualquer jungle de power farm,isso quer dizer que se seu time está atrás você sofre muito com o campeão,então você precisa rodar muito bem a Jungle pro seu time não ficar atrás,e fazer um jogo rodar necessita de muita experiência com o campeão,por isso a primeira reação do jogador que pouco joga com o campeão é que ele está fraco,mas ele está neutro,nem forte,nem fraco.
Eu como um ex-jogador de Kindred,após as mudanças eu senti que tinha que forçar muito a barra pra jogar com ela,que eu tinha que forçar muito pra jogar em cima dessas marcas,e acabou ficando um pouco estressante ,quem joga de Kindred sabe o que é rezar pra primeira marca nascer no arongueijo que está no seu lado,do que é torcer pra nascer marca não nascer na Acuamina ,porque eu sou forçado a jogar em volta das marcas,ele não me da mais a opção de começar a pegar depois que eu setar melhor o game,porque o Early é bem mediano.
Quando eu jogo com um outro campeão mais power farm como uma Shyvana ou até o um Graves(Que não é exatamente um power farm),eu não me sinto temeroso ao fato de eu não ter conseguido pegar marcas,tudo porque eu sei que o Gold que eu fiz de farm vai conseguir me sustentar.
Eu queria que transformassem as marcas dos Kindreds em um bônus para o jogador bom,mas que o jogador novo pudesse jogar o seu jogo mediano e conseguisse atuar também,porque hoje os Kindreds conseguem sua winrate mais pelo fator surpresa,do que pelo seu Kit,diferente do Ezreal que consegue sua Winrate por conseguir desempenhar bem sua função de Atirador na selva.Inclusive da pra dizer que o Ezreal é o Atirador Jungle que o jogo precisava,mas que a Riot não conseguiu trazer com os campeões novos.

Arrasou man!
Tropa
Tropa

Pelo visto alguns aqui não entenderam o ponto, eu não tô falando que o boneco tá um %%, ou algo do gênero, o que tô comentando é pq se faz um personagem adc Jungler, pra depois dizer que ela tá muito forte, nerfa-lo um monte de vezes (pq quem jogou com ele assim que saiu, sabe o tanto de coisa que já mudou!) ao ponto que usar outros adc, na mesma lane, ser mais útil que o boneco que deveria ter essa função já que sua premissa é ser um Jungler adc!

Percebo que não sou o único a achar isso, e que todas essas modificações tornaram o personagem muito difícil de ficar funcional no game, hj mesmo joguei uma partida com ele, por sorte a nidalle não roubou minhas marcas no começo do jogo, quando consegui umas 5, com uns dois itens, eu quase não tinha dano, mais tarde, mesmo com item de crítico, espada do rei, a %%% toda, e o adc inimigo, que nem tava tão forte no momento, ainda me matou (e eu matei ele), fui dar um gank top num urgot, e mano, meus ataques não faziam nem cócegas no boneco! Isso é ridículo demais!

Sei lá, me sinto muito frustrado nesses momentos pq, eles criam um boneco %%, 2 em 1, com um história massa! Conceito muito bom! Pra destruir o boneco desse jeito, enquanto câncers como Yasuo, Lee Sim, Vayne, entre outros, não acontece nada, pq, por exemplo, um boneco fazer um ou dois (não sei direito) itens de crítico e já ter 100% de crítico no ataque básico e no Q, uma parede de vento que bloqueia tudo, mobilidade absurda, é balanceado pra cacete mesmo! Pode sim, mas os kindred serem fortes na jg não pode….

Eu concordo na parte do Galio que realmente esse campeão agora ta quase impossível de counterar porque ele solta aquele furacão la que agora ta dando um dano absurdo eu sei que ele é um colosso mas não pra um tank dar tanto dano assim isso já é roubado agora sem dizer que o winrate dele no mid deu um salto agora tão fazendo ele suporte que se não é uma Leona, Braum, os Magos como Morgana, Zyra, Lulu, Soraka sofre eu sou a prova viva um Galio no Early sumiu com metade da vida da minha Zyra só com um ventinho deus que me defenda.
"A gente consegue! Bom EU consigo, você só da uma força."- Ezreal.
Tropa
Tropa

Então, por favor me digam se eu estou errado em pensar o seguinte:

Se eu tenho um campeão cuja premissa é ser um caçador adc, mas as pessoas preferem usar outros adcs, que são originalmente da bot lane, que não tem nenhuma mecânica específica pra selva, seja por estarem fortes ou serem mais fáceis de jogar, o que seja. Só eu acho que tem algo errado nisso?


Eu concordo na parte do Galio que realmente esse campeão agora ta quase impossível de counterar porque ele solta aquele furacão la que agora ta dando um dano absurdo eu sei que ele é um colosso mas não pra um tank dar tanto dano assim isso já é roubado agora sem dizer que o winrate dele no mid deu um salto agora tão fazendo ele suporte que se não é uma Leona, Braum, os Magos como Morgana, Zyra, Lulu, Soraka sofre eu sou a prova viva um Galio no Early sumiu com metade da vida da minha Zyra só com um ventinho deus que me defenda.

Kkkkkk lamento jovem! Foi triste.

Mas hein?
Hareeeeee


Queria entender um pouco da sua frustração porque na sua afirmação ali você não deu nenhum argumento além de coisas subjetivas.

Dei uma olhada aqui e Kindred ADC tá fraco (sussa) mas jungle tá 50% win rate subindo pra 53% se você tem uns 30 jogos de Kindred e pra 55% se você tem 50 jogos de experiência. Se eu separo só high elo (Diamante 5 pra cima) o win rate já sobe ainda mais.

Acho que você tá confundindo um ADC como Ezreal sendo usado na Jungle como algo "objetivamente melhor". Em qualquer métrica que eu puxo aqui o Ezreal é BEM mais fraco em termos de win rate na média na jungle, a diferença é que os pros usam o Ezreal porque ele tem o pico de força dele muito mais cedo que os Kindred porque eles são hypercarries tipo Vayne ou Tristana ao invés de opressores no early como Caitlyn.

Diferença é que os jogadores gostam de usar as mesmas coisas que os profissionais usam no competitivo e tem essa ilusão que só porque Ezreal jungle tava destruindo num campeonato eles vão sair destruindo na rankeada.

O ponto que eu quero levantar aqui é: Você tá frustrado com Kindred porque você tá jogando direto com eles e só está perdendo ou porque você abriu o op.gg e viu que lá o número está baixo e assumiu que eles estão fracos?

Shin, você é baladeiro?

Não, to muito velho pra isso.

Na verdade o 50% é de quem joga a primeira vez com o boneco. Os main Kindred estão nos 54%.

Mas seu ponto então é um ponto importante! Os Kindreds não estão objetivamente fracos, o sucesso (ou semi-fracasso) deles está muito jogado então onde a primeira marca cai? Derrepente isso então é uma oportunidade de olhar como a randomização funciona ao invés de simplesmente mudar números.

O forte dos Kindreds (pelo menos temáticamente) é crescer com as marcas. Será que derrepente o crescimento está muito linear e deveria então ser exponencial? (pra deixar o early médio e o late mega forte caso pegue stacks)

Sacou então qual foi daquela minha pergunta lá em cima? Por exemplo eu não jogo muito de Kindred, logo não tenho de primeira todos os potenciais problemas dele pra conseguir dar uma olhada mais objetiva nele ao invés de “eles estão ruins lul Rito Gomez”. Fica mais fácil se os tópicos sobre balanceamento começarem a ter uma visão mais objetiva que subjetiva das coisas, caso contrário fica muito difícil agir em cima.

Agora com essas infos fica mais fácil por exemplo o time de balanceamento dar uma olhada.

(E por sinal, isso foi tudo meio que pra dar uma mostrada pra galera como que funciona o trabalho do time de balanceamento. A gente já tinha conversado internamento e chegado nessas conclusões umas semanas atrás. Eles foram deixados de lado pra terminar as runas novas juntos com o time de Sistemas. Próxima season deve rolar uma pincelada em cima deles de novo)

EDIT: Uma coisa que eu esqueci de mencionar. Os Kindreds são por design feitos pra ser um jungler difícil, um dos mais díficeis já que diferentemente dos outros ele não pode se esconder na jungle. Pra ganhar você precisa ser agressivo, sempre saber onde o jungler inimigo está e roubar campos da jungle inimiga toda hora. Foi uma decisão certa? Não sei dizer, mas eu acho que sim. A execução está perfeita? Com certeza não, mas não acho que eles estão muito fora da onde precisam estar. Dexar a força dele muito ligada com as marcas faz eles serem muito difíceis, mas por outro lado deixar esse lado mais fraco basicamente faria a parte mais única deles (o tal de mini-game do campeão) virar algo de alto risco, baixa recompensa ou seja, pra que então investir nisso como um jogador? Por isso que ainda sim acreditamos que as marcas devem ser importantes e o jogador que quer investir nos Kindreds deve saber que está entrando em partidas que vão ser extremamente difíceis mas que a recompensa vale a pena.

Depende como você encara isso. A gente não tem na nossa cabeça que um campeão só pode jogar em um lugar. Não tem problema Ezreal ir de Jungle, Sion ir suport ou até Gragas ir suporte (to vendo a stream do Sneaky e ele tava jogando contra um no Challenger). Inclusive a gente gosta muito quando existem posições alternativas pra campeões desde que não sejam completamente dominantes versus as outras (tipo quando Malzahar suporte era invencível e Malzahar mid era horrível).

Ez jungle e ADC funcionam? Sim.
Ez jungle > Ez ADC? Não pra 98% de todos os jogadores
Ez ADC > Ez jungle? Pra muita gente que gosta de jogar com um ADC safe com certeza

Eu não ficaria surpreso se nas próximas seasons a gente começar a empurrar ainda mais a possibilidade de deixar campeões funcionar em mais de uma posição.

Cara eu jogava antes só de Kindred dês da anterior e não achava difícil até essa nova do Rework e você quer dizer isso?
Red Kind – Mono Kindred, Parou de Jogar .
Várias pessoas que eu conheço que jogava muito com a Kindred parou além de min, não tá fácil… vamos testar a campeã antes de dizer que nos estamos errado em dizer que a campeã recebeu um Rewor-NERF.
banerzinho

> EDIT: Uma coisa que eu esqueci de mencionar. Os Kindreds são por design feitos pra ser um jungler difícil, um dos mais díficeis já que diferentemente dos outros ele não pode se esconder na jungle. Pra ganhar você precisa ser agressivo, sempre saber onde o jungler inimigo está e roubar campos da jungle inimiga toda hora. Foi uma decisão certa? Não sei dizer, mas eu acho que sim. A execução está perfeita? Com certeza não, mas não acho que eles estão muito fora da onde precisam estar. Dexar a força dele muito ligada com as marcas faz eles serem muito difíceis, mas por outro lado deixar esse lado mais fraco basicamente faria a parte mais única deles (o tal de mini-game do campeão) virar algo de alto risco, baixa recompensa ou seja, pra que então investir nisso como um jogador? Por isso que ainda sim acreditamos que as marcas devem ser importantes e o jogador que quer investir nos Kindreds deve saber que está entrando em partidas que vão ser extremamente difíceis mas que a recompensa vale a pena.

E eles eram dessa forma até o Rework, extremamente difícil você lidar com campeões como :Champion64: Força deles era inteiramente ligada as marcas, eles não escalava muito AD nas habilidades, recompensa das marcas era extremamente alta! jogadores de Kindred acho que eram todos como eu que ia para selva do Jungle adversário e pulava nos monstros igual uns zumbi para pegar os stacks porque a cada stack agente sentia aquele gostinho de poder … com 10 Stacks era o momento da Late Game dos Kindred que agente passava o early inteiro apanhando pra na hora que pega 10 marcas ensinar os inimigo quem manda na Jungle … Era basicamente dessa forma que você falou os Kindred antes do Rework.
Essa nova tu pode pegar +15 stack e não vai ver recompenpensa nisso, agente não ver Shin é o dano que eles ganhavam com a passiva anterior ! Eu já cheguei nessa nova a pegar 19 Marcas e nada de dano!
banerzinho

Como assim cara, maioria da playerbase de Kindred no high diamante/master parou de jogar eles pós-rework pq ficaram horriveis dms, praq vc picka :champion203: se tem um :Champion81: :Champion29: :Champion104: open e que fazem mil vezes melhor teu trabalho na jg?

Eu vou jogar de Kindred agora mesmo enquanto comento, e algo que já me incomoda a tempo é a cura cair sobre inimigos. Devia imunizar todos, mas curar você e aliados.
Outro ponto é a distancia do Q ser baixa. Serio de todos as habilidades de mobilidade do jogo a da Kindred é a menor(sim, da Vayne também, porem a passiva compensa). Se aumentar a distancia do salto, aumentava provavelmente 10 a 20% de abatas em jogos, consequentemente a taxa de vitoria.
♪ "...nem sempre ganhando, nem sempre perdendo, mas aprendendo a jogar..." ♪
Tropa
Tropa

quero ver dps q mudarem as runas, se bem q ela cancela AA

eu ainda acho que os :champion203: e propaganda enganosa me prometeram dois campeoes em um,porem so jogo com a ovelha,queria poder alternar entre ovelha e o lobo e sinto falta da mecanica de dar dano baseado na vida maxima faz falta contra meta tank.
vcs tem planos pra concertar :Champion72: ,depois daquele mega buff/mega nerf que vcs chamaram de reworck ele fico muito estranho de se jogar.

A comparação é dos 2 serem JGs feitos pra jogarem agressivos na jg, mas só :champion141: executa perfeitamente bem o papel q a riot deu pra ele diferente dos :champion203:, e ainda o Kaynn consegue ser o tipo de gameplay melhorado deles (no geral a função deles após a fase de rotas é chegarem na tf dando bastante dano em área e terem um pick off forte), além de comparar o kit deles mostra como a riot não se importa com X champion (finge que esquece tais habilidades que poderiam voltar e melhorar no champ) enquanto deixa outros 500 usufruírem da mesma mecanica roubada

Mas o povo já reclama bastante do Mordekaiser ter trocentos mil bugs e a riot ter só dito q fez um rework em 2015 e largado ele no poço
https://www.reddit.com/r/leagueoflegends/comments/6memxb/all_180_mordekaiser_bugs_ranked_by_importan...

todo mundo tem direito de reclamar do que bem entender

Não dessa forma como vemos aqui, até agora eu só vi ctrl+c ctrl+v de tudo o que falam até hoje, sem exceção.
E quem sabe usar os kindred sai ganhando 50%+ partidas.

Quer ver uma boa reclamação ?

Sobre o Mordekaiser, são 180 bugs em um único campeão, se ninguém reclamasse teria algo muito errado, e vale lembrar que ele é um campeão corpo-a-corpo com status básicos PIORES que os de adcs com exceção do dano base, sem CC nem mobilidade nenhuma e, pra fechar com chave de ouro ele tem 325 de move speed. Ele sempre foi bugadão lerdo e caitavel, deram o rework, ele ficou famosão e foi nerfado, ele ainda sim ta um pouco melhor que antes por poder fazer melhor proveito de itens de defesa, mas ainda sim os outros problemas dele persistem. E não, o escudo não compensa, se ele não causa dano ele não tem escudo.

Sabe o que é legal, rolou o ajuste global de stats básicos e adivinha quem foi menos “buffado” ? exatamente, ele ganhou míseros 4 de armadura base, além de 5 incríveis pontos de vida por nível, só isso, até Janna que é um supp papel com desengage, cura, escudo e CC tem status base maiores que o dele em todas as extensões da palavra, isso é extremamente vergonhoso.

Sobre Kindred novamente, eu vi algumas runas reforjadas que vão ser muito fortes pra eles, forte num sentido bem imprevisível, digo isso principalmente pra runas que dão cura que são muitas. O mesmo vale pro Mordekaiser, mas ele também é imprevisível.