cancelar
Showing results for 
Search instead for 
Do you mean 
Arauto
Arauto

Poemas aleatorios

Bem, ja faz um tempo que nao posto nada aqui, e a Quarentena ja ta monótona, então decidi mostrar alguns poemas que eu tinha feito  :V

 

I Rapido como um avião

 

        O mundo é como um avião 

Rápido como um trem bala, 

Voou e sumiu. 

 

 Se quiser aproveitar, 

aproveite agora. 

Pois um avião sempre voa com seus passageiros, 

Mas volta com outros 

Diferentes e desconhecidos 

 

 Seu trajeto é um mistério. 

E não voltara. 

Então aproveite agora.

pois vai acabar

.

.

.

.

.

II Uma marca imortal

 

 

Objetos não importam,  

Fortuna também não,

 

 Neste mundo,

 O tempo é ligeiro. 

Então seja uma lenda.

 Crie algo que o fara ser lembrado 

Uma marca, 

Uma digital, 

Que perdurara por seculos 

Imortal e intocável 

 

 Se apresse!

 A vida é sua

 Você decide como segui-la

 Então vá. Afinal sua vida é unica

 

.

.

.

.

.

III Na igualdade desta vida

 

Na igualdade desta vida,

Onde todos respiram,

Sentem,

Choram,

Riem,

E vivem,

Onde o respeito não tem lugar ?

 

Todos Nascem,

Todos aprendem,

Todos amam,

Todos vivem e morrem.

 

Independente da cor,

Da linguá

Da religião

Ou etnia

Na igualdade deste mundo,

O respeito é a vida.

.

.

.

.

.

IV Danças

 

 

Uma historia, 

Uma aprendiz,

 Que na dança espalha música 

 

 Tao colorida que espalha alegria

 Coloca as cores

 Onde antes só havia cinza

 Como o Sol apos a chuva 

 

Repele os trovões, 

Sopra as nuvens, 

Joga longe a magoa 

E trás o riso

 

 Eleva os lábios 

Trazendo um singelo sorriso

.

.

.

.

.

.

V Sonhos

 

 

Na busca por um sonho,

 Os que desistem apenas vivem, 

Sem metas reais.

 Sem motivos para tais. 

 

 Um muro, que em todos vive. 

Criado como um obstaculo,

 No ápice da largada, 

Da jornada da vida.

 

 Quem vence o obstaculo, 

Vence a corrida.

 Alcança o sonho,

 Vive a vida.

.

.

.

.

.

VI Um abraço ausente

 

Um abraço ausente

 Uma desculpa decadente

 Um pesar crescente

 Com saudade

 Que bate forte 

Ardente

 A cada instante 

 

 Oque fazer? Nada.

 Sinto isso pois penso que não aproveitei,

 Os momentos que passei,

 Com aqueles que se foram.

 

 Então uma dica,

 Aproveita cada momento,

Pois pode ele ser o ultimo.

.

.

.

.

.

.

VII Presente

 

 

Hoje olho pra trás.

 Lembro de tudo

 Sem tristeza no olhar 

 

 Vivendo 

Com saudade do que passou

 E com medo do que vinha 

Me pergunto agora, pra que aquilo ? 

 

 O presente é hoje

 Não o gaste vivendo no passado

 Nem temendo o futuro 

Viva o agora.

 Aproveite cada momento. 

Sem arrependimento.

.

.

.

.

.

.

VIII Historias

 

 

Historias são como pássaros. 

Encantam todos os que os veem.

 Uma melodia que se ouve na manha da tempestade.

 Um pássaro que sai de seu ninho.

 Te fazem fugir da realidade.

 Capazes de lhe trazer lagrimas, risadas e carinho.

 Sem limites. 

 Oh, liberdade que canta entre palavras!

.

.

.

.

.

 

IX O fim de um jogo

 

 

Na infância o herói ri 

Na escola o herói aprende 

Em casa ele descansa 

La fora ele luta

 

 Encarando os desafios 

O Herói passa de nível

 Encarando os desafios

 Atravessando obstáculos 

 

 O Herói, enfim, chega a ultima fase

 De cabelo branco e bem aventurado

 O Ancião acaba o jogo.

.

.

.

.

.

.

Bem, é isso. Acho que estão meio bregas, ou parecem um tanto 'infantis' demais, sei la

 

 

 

Apenas tolos não aceitam seus erros...
2 RESPOSTAS
Tropa
Tropa

Estava só vagando pelo fórum quando me deparei com seu poema "Um abraço ausente", os versos realmente falou comigo. Seus poemas não são bregas ou infantis, na verdade você coloca sentimentos neles e isso torna eles bastante atrativo.
Parabéns pelo trabalho...

Obrigada ❤️
Apenas tolos não aceitam seus erros...