cancelar
Showing results for 
Search instead for 
Do you mean 
Highlighted
Aronguejo
Aronguejo

A Hipocrisia Gigante da Riot Games

 

Eu acho Muito Interessante a forma que a riot trata as minorias, Ja teve 2 eventos LGBTS no game, Criaram uma personagem Lesbica, Criaram um croma da fiora que tem a bandeira LGBT na espada, Criaram um personagem gay, que é o varus, Eles criam bastante personagens Negros, semprre procurando representar as minorias, mas eu quero fazer uma contestacão Que duvido que algum baba ovo da riot refute, Se a riot ama tanto as minorias, Porque nas cinematics dela nunca tem personagens Esquecidos, Hmmm, So Tem Yasuo,Irelia,Akali,Karma, Lux Só personagem famosinhos, Nunca apareceu um Trundle, Um skarner ou até mesmo um Cho gath, ,A  Riot não devia Procurar representar esse personagens?, Porque o jogo tem quase 150 Personagens, e So 12 Aparece nas cinematics, Mas a Riot obviamente não faz isso, Porque onde que um skarner gera dinheiro?,  As Minorias que a Riot apoiam são as que geram dinheiro, Se aparecer um  Homem sanguinario com uma ideia de matar todos os negros, se Gerar dinheiro, capaz da riot apoiar esse cara, Obviamente Um bando de liberais Progressistas Vão defender a riot até a morte com a desculpa, "Obvio, isso é uma empresa, Ela foi feita pra gerar Dinheiro", Mas quando a busca por dinheiro comeca a Afetar o seu proprio Produto, significa que tem algo de errado.

23 RESPOSTAS
Highlighted
Arauto
Arauto

Resultado de imagem para vai chorar?

?~
Highlighted

é meme né
Highlighted
Aronguejo
Aronguejo

varus não é gay, o casal que faz parte dele é, como eles não existe mais como indivíduos únicos não são.
bastante personagens negros ? what ? o jogo só tem 4 personagens negros de mais de 160.

Highlighted
Lenda
Lenda

É simples, os personagens q mais aparecem nas cinematics são os populares, não tem o pq de reclamar quanto a isso.

Highlighted

Mas voce adimite que a riot está a favor das minorias certo
?
Highlighted

Mas a riot Não poderia fazer uma inclusão de personagens que são "esquecidos", Ela mesmo disse que gosta de diversidade e Representacão de diversas formas, E Com as cinematics ela se contradiz.
Highlighted
Aronguejo
Aronguejo

Todos esses exemplos acrescentam um valor mais simbólico do que realmente prático no jogo.

Você citou os champs LGBT e negros. O que isso muda em termos de jogabilidade ou de gosto?

O fato da Neeko ser lésbisca, por exemplo, não faz a menor diferença dentro do jogo em si, somente para a história e construção do campeão. São detalhes feitos com objetivo de inclusão.

 

Quanto a popularidade de alguns campeões, temos que entender que não são todos que dividem o mesmo espaço nos holofotes. Não acho ruim a ideia de trazer os champs mais esquecidos a tona de vez em quando, na verdade eu sempre apoiei isso. Mesmo porque há diversos champs muito legais que ficam ofuscados pelos outros, simplesmente por não serem tão chamativos. Mas é o mesmo que ocorre em diversos outros casos.

 

Por exemplo, na música... Quem chaama mais publico: Taylor Swift ou Jennifer Hudson?

Isso vai do gosto de cada um. Eu amo os Kindred, Ivern e Ornn, mas tenho plena consciência que Lux, Yasuo e Irelia sempre vão ser mais populares do que eles. Isso porque eles chamam mais atenção. É uma imagem construída não só pela impressa, mas pela comunidade e pelos jogadores. Esses champs poderiam ser tão populares quanto os outros, mas não são. Sempre haverá casos assim.

 

Não significa que não sejam bons. Cada champ tem seu brilho.

Alguns vão brilhar nas telas, outros vão brilhar nos mapas.

 

E como qualquer empresa necessita trabalhar bem seu marketing, a Riot faz isso pois é retorno certo quase sempre.

Eles até podem fazer algo focando champs mais underground, mas não dá pra garantir o mesmo retorno, entende?

Pode ser muito bom, mas também pode não ser. Já ouveram campeões cancelados, linhas de skins canceladas...

Tudo porque não alcançaram os parâmetros que eles esperavam. O que não singnifica que eram ideias ruins, só não funcionariam tão bem.

 

Sinceramente, também espero legal algo pros mais esquecidos.

Mas não se tira o sucesso de um pra dar ao outro sem fazer valer à pena.

Highlighted

Né velho nem pra riot colocar um ramus girando e dando taunt em alguém, ou um fiddlesticks correndo com os braço aberto e sugando os caras.
Highlighted
Arauto
Arauto

Eu acho injusto comparar a inclusão de minorias como LGBTQI+s, negros, etc com campeões que são esquecidos.

Uma coisa reflete na vida aqui fora, a outra quase irrisória.

Eu entendi o que você quer dizer mas pense melhor antes de construir seu texto.

Highlighted

Molecada quer lacração ate no jogo , qual necessidade de ter maior representatividade de LGBTQTUEUOQKANNORJANSAO ??
DE QUE ISSO INFLUENCIA NO GAME.
vai ver bbb cara.
?~
Highlighted
Dragão
Dragão

Descansa, militante.

Highlighted
Aronguejo
Aronguejo

Caguei pra isso, eu quero é punição para trolls, exclusão do auto-fill e balanceamento nas filas ranqueadas.
Highlighted

@Tirth ys Muire Amém, jesus.

Highlighted

@psail Ele viajou ali relacionando as duas coisas. Fumou um charutão doid0 sei lá. Realmente.

 

Agora, representatividade é importante sim nos jogos.

Representatividade é legitimizar a presença daquelas pessoas, daqueles indivíduos enquanto minorias. É reforçar sua existência e ocupação de novos espaços - sejam eles físicos e/ou virtuais.

 

O game é feito por pessoas para pessoas.

E pessoas se sentem representadas - há uma autosemelhança/identificação com algum aspecto ou característica presente no jogo. É além de uma questão humana, comercial. Esse papinho medíocre de quem lacra não lucra é mimimi de tiozão conserva do zapezape. Lucra sim $$$ e muito (Alô estamos falando de 2020 hehehe).

 

No jogo de um jogador casual realmente não influencia diretamente. Você segue sua vida, continua upando e jogando com +/- 150 campeões, mais de 1000 skin + chromas e se estressando nas ranqueadas.

Mas para aquela outra pessoa, às vezes um char como ex: Senna,  mulher negra, pode mudar a percepção e sentimento dela para/com as coisas.

 

É aquela história: É preciso se colocar no lugar do outro. =T

 

 


Highlighted

Eu quero me sentir representado tambem, Botem um skarner na cinematic do lol, voce disse que lacrar lucra, mas me diga o que aconteceu com o novo exterminador do futuro, e com o banco imobiliario, os 2 jogos estavam tentando lacrar com a praga do feminismo, em busca de representatividade "das mulheres", e os 2 fizeram empresas quase falirem, isso deve lucrar so no mundo dos liberalzinhos desconstruidos do seculo 21, porque no mundo real é falencia.........
Highlighted

qual foi progressistinha defensor das minorias
Highlighted

mas de qualquer modo uma pessoa que é main skarner é um ser humano, e tambem quer ter seu campeão representado, na verdade se fomos querer usar representatividade de forma justa, vamos ter que representar quase todas as pessoas.
Highlighted

porque a riot não cria um personagem brasileiro que sofre na favela, ja que ela ama reprersentar qualquer coisa que existe, representa as comunidades da periferia, mas ai voce me fala, "isso é impossivel de acontecer, porque não faz sentido na historia", então porque personagens lgbts fariam sentido em um jogo virtual.....

Highlighted

@Durotan500 

"praga do feminismo";

"progressistinha defensor das minorias";

"main skarner é um ser humano".

 

Você é o tipo de pessoa que já dá pra qualquer um traçar seu mindset com tudo isso que você escreveu...

 

Primeiro que defender minorias ou direito das pessoas não é algo de 'progressistinha', é algo humano.

É algo certo a se fazer.

Na vida há coisas erradas e coisas certas a se fazer.

 

Segundo que sua tentativa de fazer um paralelo delusional sobre um aspecto do jogo e as reverberações na vida real dos usuários, é preocupante. Tipo, mesmo. Tanto que quase ninguém aqui te levou a sério...

Claramente sua percepção de minorias, equalidade e comparação é deturpada.

Você ou tem menos de 18 anos ou te falta clareza das ideias - o que não condeno totalmente cara. Estamos aí pra evoluir como seres humanos, mesmo que você fique atrás do teclado postando bull**bleep**.

 

"então porque personagens lgbts fariam sentido em um jogo virtual".

 

Vejamos... porque a questão de gênero e sexualidade é inerente ao ser humano? Ou talvez porque seja um aspecto seu que define grande parte do seu ser ao longo da vida? E que se você for olhar, a maioria das denúncias no jogo são relativas à toxicidade, homofobia e racismo? Já considerou isso?

Não?

Pois é.

 

Condição econômica como pobreza ou riqueza, entre N fatores, é um resultado do mundo, dessa grande máquina imparável de moeda que concentra renda, tornando ricos mais ricos e pobres mais pobres.

Pobreza/riqueza não é um traço de personalidade ou comportamento é sim uma condição social-econômica.

 

E além disso, você está sendo exagerado e extremista.

Mesmo seguindo sua linha distorcida de pensamento, é fácil pra qualquer um entender que pobreza é uma condição que permeia o mundo todo. Pobreza é pobreza na Itália, no Brasil, na Tailândia, na China e na Ucrânia. 

O LoL sendo um jogo enorme e famoso, iria representar esse aspecto de forma mais geral, mas ainda sim tratando do tema. Obviamente ela não iria construir um, ex, "personagem brasileiro que sofre na favela", como você disse.

 

Todo conteúdo do jogo passa por um processo de 'Localização' de tornar tudo entendível a todos os países.

 

Eu sou MainZilean desde a Season3 (2013), e eu sempre defendi abertamente os chars exilados e esquecidos do jogo como Skarner, Xerath, Shyvana, Udyr, Amumu, Kindred, Nocturne, Dr.Mundo, Volibear, Jax, etc. SEMPRE.

 

Agora, não sou medíocre de equiparar meu Zilean com uma coisa tão importante como representatividade...

 

Enfim, sugiro que reflita 3x antes de escrever qualquer coisa e pense: " Será que não estou sendo burro?"

Se a resposta for "sim", pare, levante, faça um Nescau gostoso e coma um pãozinho quentinho. Melhor coisa que você faz. 

 

E olha que eu fui educado com você abiguinho.