cancelar
Showing results for 
Search instead for 
Do you mean 
RoMuLeTa77
Tropa
Tropa

[SUGESTÃO] Windows 11 e TPM 2.0

Com o advento da utilização em massa do Windows 11 e TPM 2.0, sugiro à RIOT criar uma categoria diferente para os que já estão com esse recurso de segurança habilitado, semelhante ao Prime do CSGO, onde a partida só teria jogadores com o TPM 2.0 habilitado.

E para reduzir a quantidade de smurfs, seria interessante cobrar, pelo menos uns 5 dólares, para jogar nessa categoria.

Seria incrível se conseguissem diminuir a quantidade de cheaters e smurfs ao mesmo tempo, já que os dois são responsáveis por prejudicar a experiência dos jogadores de Valorant.

5 RESPOSTAS
É FADA MANO
Dragão
Dragão

Eu estou quase certo que você não está falando de menstruação.
Shotki
Moderação
Moderação

Fala, RoMuLeTa77! Tudo na paz?

Maninho, o TPM 2.0 da Microsoft é algo geralmente reservado ao sistema para proteção do mesmo.

Fazer algo desse tipo obrigaria jogadores a terem um requisito a mais para jogarem ou limitariam o uso de alguns outros sistemas. O Vanguard é o nosso sistema de anticheat principal, e queremos que os jogadores tenham sempre a melhor experiência de forma justa e igual para todos, sem que precisem investir muito mais para isso. É algo que buscamos sempre a cada dia que passa, melhorando e atualizando o funcionamento do Vanguard.

Um grande abraço õ/

Algumas considerações:

1) O TPM 2.0 vai auxiliar na efetividade do Vanguard impedindo o cheat a usar artifícios como hardware spoofing que engana o anticheat informando outros seriais para o hardware do trapaceiro, preservando de banimento os seriais verdadeiros.

2) A própria Riot está exigindo o uso de TPM 2.0 no Windows 11, ou seja, caso o usuário consiga instalar o W11 em computadores sem TPM 2.0 (o que já é possível) não vai conseguir jogar jogos da Riot.

3) Não haveria investimento a mais, pois os usuários que não possuíssem hardware compatível com TPM 2.0 continuariam a jogar no Windows 10 sem problemas, pelo menos até o fim do suporte do W10 em 2025.

No meu ponto de vista, além de melhorias no anticheat, medidas de contenção de smurfs (jogadores com elo alto jogando partidas de elo baixo com outras contas) deveriam ser tomadas pela Riot, pois esse tipo de jogador também degrada a experiência da comunidade Valorant.

1) O TPM 2.0 vai auxiliar na efetividade do Vanguard impedindo o cheat a usar artifícios
como hardware spoofing que engana o anticheat informando outros seriais para o hardware
do trapaceiro, preservando de banimento os seriais verdadeiros.

3) Não haveria investimento a mais, pois os usuários que não possuíssem hardware compatível
com TPM 2.0 continuariam a jogar no Windows 10 sem problemas, pelo menos até o fim do
suporte do W10 em 2025.

Minha visão:

O primeiro e terceiro ponto que você citou são basicamente antagônicos, simplesmente o fato das pessoas poderem jogar em outros sistemas sem precisar do TPM, já invalida significativamente o "aumento de efetividade do anticheat", só faria sentido se este requisito fosse obrigatório para todos os sistemas.

No final, foi criado apenas mais um empecilho para que jogadores consigam rodar valorant, ja esta me dando saudades de quando tudo que você precisava para rodar um sistema ou um jogo era ter as especificações de processamento, memoria, etc...., mas agora vem com essas ideias de exigir também para o publico comum features (recursos) especificas como o TPM 2.0........

Sarcasmo:

hmmmm, tem que ajudar os amigos (indústria de hardware) a vender seus produtos né, é a vida, rsrs. 

 

Na verdade não é apenas o TPM 2.0 que estão exigindo, fosse apenas isso, não haveria problema, contudo, estão também exigindo o Secure Boot, e existem placas mãe que não é tão simples de ativar sem ter que reinstalar o windows, e nem todos sabem como fazer o tem como pedir alguém para fazer, eu tomo eu e meus amigos como exemplo, conseguimos habilitar o TPM 2.0 e atualizar para o windows 11, porém, a minha placa mãe (H 410M A-Pro) não me permite ativar o Secure Boot sem precisar reinstalar o windows, então eu simplesmente parei de jogar. O Valorant fez sucesso por ser o um jogo que QUALQUER PC rodaria, aí vem a Riot e limita absurdamente a gameplay da comunidade, isso acabou com o propósito do jogo, na minha opinião é claro.

Abraços!!!